#EntrevistaVAVEL: ex-Botafogo, meia Bruno Tiago manifesta desejo de retornar ao Brasil
Divulgação/Cancun

Com passagem pelo Botafogo no início da década e experiência no futebol mexicano desde 2015, Bruno Tiago é uma das esperanças do Cancun FC para subir de divisão na Liga Mexicana. Em entrevista à VAVEL Brasil, o atleta falou sobre as diferenças do futebol nos dois países e conversou sobre uma possível volta a seu país natal.

VAVEL Brasil: Quais as diferenças que notas entre o futebol praticado na américa do sul e américa do norte?

Bruno Tiago: "São padrões diferentes, porém hoje em dia acredito que todos estão se adaptando ao estilo de jogo mais intenso dando mais velocidade ao passe também e quando perder a bola por já estar no campo adversário você tem mais facilidade para agredir o time rival.
Eu vejo sempre os jogos do brasileiro e acredito que teve sim uma melhora na saída de bola e na transição. Não podemos querer mantém uma intensidade com os números de jogos que tem no Brasil."

VAVEL Brasil: Quanto à parada pela pandemia, quantos partidas são necessárias para adquirir aquele ritmo normal de jogo?

Bruno Tiago: "No México pelo calendário ser curto temos tempo de descanso, então conseguimos jogar em um nível mais forte, como estamos fazendo. Conforme você treina bem se alimenta e descansa, competirá em um nível mais alto."

VAVEL Brasil: O Cancún é seu terceiro time no México, portanto, estás ambiente ao país, como é a estrutura do futebol mexicano? As condições de trabalho são parecidas?

Bruno Tiago: "Eu tenho maior carinho pelo país, me recebeu de braços abertos e sou bastante agradecido também pelos clubes que passei por aqui. Cada clube com suas condições de trabalho assim nos adaptamos as circunstâncias que temos. Hoje temos uma comissão técnica de primeira, isso ajuda bastante os jogadores e também a sair de algumas adversidades."

VAVEL Brasil: Pensas em voltar ao futebol brasileiro em um médio prazo?

Bruno Tiago: "Essa pergunta sempre está sendo feita pra mim e ate hoje minhas respostas são as mesmas. Eu amo o Brasil e lógico que tenho muita saudade. Quero ter a oportunidade de voltar a jogar no meu país, porém devido ao meu contrato, foi sempre difícil uma saída. Agora é diferente, pois estou chegando ao fim do meu contrato e fica mais fácil de um possível retorno ao Brasil. Quero muito jogar em 2021 no meu país."

 

VAVEL Logo