PSG repete falhas, cede empate ao Rennes e deixa Lille
mais perto do título francês
Christian Gavelle/Paris Saint-Germain

Em mais uma atuação com mais pontos a serem criticados do que elogiados, o Paris Saint-Germain voltou a tropeçar no Campeonato Francês. Em jogo disputado na tarde deste domingo (9), o PSG enfrentou o Rennes no Roazhon Park, em Rennes/FRA, pela 36ª e antepenúltima rodada da Ligue 1 2020-21. Apenas a vitória interessava a ambos os lados, mas o placar terminou igual e não foi para ninguém. Neymar abriu o placar aos parisienses, mas Guirassy deixou o marcador igualado.

Com duas equipes interessantes e que fazem boas campanhas às suas respectivas maneiras, a partida foi movimentada do início ao fim, com chances para os dois times. Logo no primeiro minuto, Guirassy mostrou que daria trabalho ao aplicar lindo drible em Marquinhos e chutar à direita de Keylor Navas. A resposta veio quando Kurzawa cruzou da esquerda, Ander Herrera finalizou de primeira e levou muito perigo ao gol de Gomis. Melhor no primeiro tempo, o PSG buscava mais o ataque e finalizava, mesmo com a marcação cerrada do setor defensivo oponente. Ander Herrera teve nova chance e parou mais uma vez no arqueiro do Rennes. Em seguida, Neymar também finalizou, mas errou o alvo.

Aos poucos, os donos da casa saíam com mais tranquilidade ao campo ofensivo e chegaram a balançar as redes aos 28 minutos. Doku fez boa jogada pela direita, cruzou e a defesa afastou. O próprio atacante ficou com a sobra, abriu espaço na área e chutou. Guirassy desviou com o peito e marcou, mas a arbitragem assinalou impedimento do centroavante rubro-negro. Os parisienses também tiveram gol anulado dez minutos depois, quando Dagba foi acionado em lançamento e cruzou para Moise Kean testar ao gol, mas a bola saiu quando o lateral cruzou. Nos acréscimos, após uma perigosa finalização de Kurzawa, o lateral do PSG ficou caído no gramado. Enquanto era atendido, a arbitragem de vídeo entrou em ação e foi marcado pênalti pela falta de Aguerd na hora do chute. Na cobrança, Neymar bateu com a categoria conhecida e abriu o placar.

Christian Gavelle/Paris Saint-Germain
Christian Gavelle/Paris Saint-Germain

No segundo tempo, as fragilidades dos visitantes apareceram com mais frequência e o Rennes teve um excelente desempenho. Na primeira tentativa, Maouassa arriscou da entrada da área, mas a defesa cortou. O PSG respondeu com Draxler. Após ser acionado em longo lançamento de Neymar, o alemão dominou, fez o giro sem deixar a bola bater no gramado e finalizou de primeira. O chute passou muito perto do gol e seria um golaço. Essa foi a última real chance dos atuais campeões na etapa final. Os rubro-negros partiram para cima em busca do empate. Primeiro, Tait recebeu passe e finalizou no canto, mas Keylor Navas se esticou todo para fazer a defesa. E, no escanteio, cobrado por Bourigeaud, Aguerd cabeceou para a defesa firme do arqueiro costarriquenho. Mas não teve jeito aos 25 minutos. Em novo escanteio cobrado por Bourigeaud na direita, Guirassy subiu bem e testou melhor ainda. A bola bateu na trave e o Stade Rennais empatou o jogo.

Mauricio Pochettino começou a modificar o time e as peças não apresentavam desempenho satisfatório. Com Mbappé lesionado e Neymar no ritmo das últimas partidas, onde busca jogo, tenta atacar, mas não consegue ter desempenho acima das médias em relação aos outros companheiros de elenco, PSG tomou sufoco. Aos 41 minutos, Kimpembe deu carrinho pesado em Doku e recebeu cartão vermelho direto. Com os dois times em busca do gol, a defesa parisiense ficou mais exposta e os bretões não empataram por pouco. Na primeira tentativa, Tait finalizou bem e Navas salvou. Na segunda, Romain del Castillo avançou livre e encobriu Navas, mas a bola foi por cima do gol e o atacante estava impedido. Na terceira, Doku avançou pelo lado esquerdo da área, abriu espaço e mandou para fora.

Divulgação/Stade Rennais FC
Divulgação/Stade Rennais FC

Com o resultado, o PSG não depende mais de si para ser tetracampeão francês. A equipe segue na segunda colocação, com 76 pontos, a três do líder Lille, que pode conquistar o título se vencer e os parisienses tropeçarem de novo. Por outro lado, o Rennes desperdiçou a oportunidade de ficar à frente dos principais concorrentes por vaga na Uefa Europa Conference League (Olympique de Marseille e Lens) e segue no sétimo lugar, com 55 pontos.

Na próxima rodada, o Paris Saint-Germain recebe o Stade de Reims no Parc des Princes, em Paris/FRA, enquanto o Stade Rennais vai enfrentar o Monaco no Stade Louis II, no principado de Mônaco. As duas partidas irão ocorrer às 16 horas do próximo domingo (16). Antes, porém, o PSG terá a semifinal da Copa da França contra o Montpellier. O confronto será realizado às 16 horas da próxima quarta-feira (12), no Stade de la Mosson, em Montpellier/FRA.

VAVEL Logo