Sonia Bompastor festeja conquista do Lyon e afima: "Estamos fazendo história"
Foto: Divulgação / Uefa

O Lyon conquistou uma vitória com autoridade sobre o Barcelona por 3 a 1 e se consagrou octacampeão da Champions League Feminina de 2022. Com uma atuação soberana, às Les Fenottes foram avassaladoras  abrindo três gols de vantagem e resolveram a decisão logo no primeiro tempo, com isso ampliando o domínio das francesas na Europa.  

Em entrevista coletiva após a final, a treinadora Sonia Bompastor celebrou e analisou o título continental. Segundo ela a sua equipe entrou na história do futebol feminino e destacou que essa foi a primeira vez que uma ex -jogadora foi campeã europeia também como técnica. Mas que não pensa só nesse recorde, que o título é de todo o grupo e que vai comemorar muito o octacampeonato.

"É a primeira vez [que alguém ganha esta competição como jogadora e treinador], estamos fazendo história. Mas o importante foi a décima final para o clube e a possibilidade de conquistar um oitavo título. É uma vitória que quero saborear, mas não sou eu quem deve estar no centro das atenções, são meus jogadores e a equipe. Sou muito exigente, mas minha equipe me apoia e me ajuda com minhas emoções, por isso é uma vitória coletiva", exaltou a técnica francesa. 

Sobre como fez para que buscasse essa conquista, Sonia foi enfática para as suas jogadoras. No seu discurso antes da partida, ela falou para o seu elenco que essa  é a competição mais importante que uma jogadora pode ganhar e que todas devem lutar para que busquem o objetivo. A técnica também disse que a ideia era pressionar as barcelonistas desde o começo, não esquecendo de defender pelo alto. 

"O discurso da minha equipe foi muito simples de fazer. Este é o melhor jogo e a melhor competição em que um clube pode sonhar em jogar. jogadora muito talentosa e com um belo chute: às vezes, quando você vê a bola saindo do pé, percebe que está entrando na rede. Foi um belo chute, o gol da temporada. Desde o início, a ideia era pressionar eles e forçá-los a defender alto", destacou a comandante do Lyon.

Por fim, a treinadora comentou a lesão de Ellie Carpenter, aos 15 minutos do primeiro tempo e teve que sair de maca. Segundo a francesa, a contusão pode ser grave e que dedicou o triunfo para a jogadora. 

"Ficamos muito tristes pela Ellie [Carpenter]... Estou bastante pessimista, acho que é uma lesão grave",  lamentou Bompastor. 

VAVEL Logo