Klopp joga favoritismo para o Real Madrid na final da Champions, mas exalta campanha do Liverpool
Foto: Divulgação / Liverpool

O Liverpool tem mais uma decisão pela frente, agora os Reds enfrentam o Real Madrid pela final da Champions League 2021-22. Será um confronto com cara de revanche, já que há quatro anos, em 2018-19, os dois se encontraram e quem se deu melhor foram os Merengues que venceram por 3 a 1. O duelo também foi marcado pela lesão de Salah causado pelo Sergio Ramos onde até hoje essa polêmica ainda rende.

Jürgen Klopp concedeu entrevista coletiva antes da decisão e exaltou a sua equipe. Segundo ele, o time não está na final por acaso, pois o elenco já mostrou o que é capaz pelos títulos conquistados nessa temporada e ressaltou que o seu grupo precisa está do mais alto nível para que faça um bom jogo.

"Precisamos estar no mais alto nível possível. Obviamente, nós tivemos grandes jogos nessa temporada, jogamos muito bem. Não estamos aqui por acaso, não recebemos um ingresso pra participar, ou algo desse tipo. Nós também merecemos. E poder sermos nós no mais alto nível seria legal. Se pudermos fazer isso, ótimo", destacou o alemão. 

Sobre o favoritismo no duelo, Klopp não teve medo de apontar e foi enfático. Ele mandou todo para o Real, pois de acordo com o treinador o time espanhol tem mais história na competição e ainda tem mais experiência em duelos decisivos. Mesmo assim, disse que as duas equipes estão no mesmo nível e que os Reds precisam manter as boas atuações das últimas finais em que foi campeão.

"Se você olhar a história do clube, a experiência do time, o jeito que o Real Madrid virou todos os jogos, o favorito é o Real Madrid. Mas sabemos que estamos no mesmo nível, precisamos jogar como sabemos jogar, sermos nós mesmos nessa partida. Essa é a minha maior preocupação: precisamos fazer o que sabemos fazer. Mas é claro que os jogadores do Real Madrid estão em um nível muito alto, e uma parte importante do futebol é estar confiante, seguro de si. Então, na realidade, não sei se existe um favorito", afirmou o treinador. 

Para completar, o comandante do Liverpool também foi perguntando sobre o Salah que quer uma "vingança" para cima do Real, já que na decisão de 2018 ele se machucou e ficou fora do restante da partida. O alemão disse que é completamente comum o egípcio se sentir desse jeito, pois naquela época ele perdeu o jogo mais importante de sua carreira, por isso ele quer dá o sangue nessa final e que não tem nada contra. 

"É completamente normal ele se sentir assim. Todos nós perdemos naquele dia. Mas ele se machucou no início do jogo e agora está em muito boa forma. Então, obviamente, foi diferente pra ele. Todos nós somos motivados por coisas diferentes. Tenho vários jogadores aqui e todos são motivados por razões particulares. Está tudo bem. E eu não tenho nenhum problema com isso. Nós queremos acertar as coisas", concluiu Jürgen Klopp.

VAVEL Logo