Com dois gols, Lewandowski comanda goleada do Barcelona sobre Real Valladolid
Foto: Divulgação/Barcelona

Após empatar sem gols no Camp Nou,, na estreia de LaLiga, o Barcelona fez valer os números que o cercam dentro de casa e golearam o Real Valladolid,, por 4 a 0, pela terceira rodada da competição. Lewandowski contou com assistência de Raphinha e Dembélé, que inverteram a posição, para fazer os seus dois gols. Pedri e Sergi Roberto também balançaram as redes.

Controle blaugrana

Os números falam por si. O Barça não perde pontos para o Valladolid desde a temporada 2003-04, quando empatou em 1 a 1, dentro de seus domínios. O campo tende a ficar a favor dos donos da casa. O time blaugrana tinha espaços para trocar passes envolventes, principalmente pelo lado direito, com as trocas de Dembélé e Raphinha. Com amplo domínio no primeiro tempo, os pontas tinham liberdade para aparecer. Quase a primeira assistência saiu dos pés do brasileiro, que cruzou na área. Lewandowski subiu entre Joaquín Fernández e Javi Sánchez, cabeceou buscando o canto e a bola bateu na trave, escorou nas costas de Masip e passou na linha do gol. Se nesse lance os ventos foram favoráveis aos Pucelas, o goleiro precisou mostrar serviço após Javi Sánchez furar ao tentar cortar lançamento de Pedri. Raphinha aproveitou, mas Masip chega a tempo para abafar.

O perigo também vinha do outro lado. Lewandowski fez boa jogada individual, deixou um no chão e ajeitou para Dembélé, que soltou uma bomba por cima do gol. Depois de tantas tentativas, aos 23, Raphinha alçou na segunda trave. A bola quicou entre os dois zagueiros, Masip acompanhou e Lewandowski esticou a perna para marcar o seu primeiro gol no Camp Nou. Não demorou para sair o gol, também em assistência pela direita, Dembélé carregou, gingou na frente de Aguado, observou a chegada de Pedri e rolou para o meia bater de chapa dentro da área. Assistindo boa parte do primeiro tempo, Ter Stegen só foi ter problemas nos acréscimos, contou com ajuda. Anuar tentou cabecear após cobrança de falta. Éric García faz boa leitura e corta pela linha de fundo.

Foto: Divulgação/Barcelona
Foto: Divulgação/Barcelona

Mais dois para virar goleada

O segundo tempo repetiu o anterior. Ataque contra defesa. O Barcelona tinha amplo domínio, rondava a área, mas o Valladolid passou a se defender com uma linha de 5, visando evitar mais prejuízo. Não teve muito efeito, já que os Culés conseguiram encontrar o espaço. Após boa troca de passes, que começou do campo de defesa, Sergi Roberto tabelou com Dembélé. O francês avançou e deixou Lewandowski na frente do gol. O atacante, na maior categoria, tocou de calcanhar. A bola ainda bateu Joaquín Fernández e morreu dentro do gol.

O Valladolid ainda teve grande chance para diminuir o prejuízo. Plano encontrou Toni Villa em ótima posição na área, saiu na cara de Ter Stegen, que fez grande defesa. O próprio Plano pegou o rebote e finalizou para o gol vazio, mas Koundé salvou em cima da linha. Pouco depois, foi a vez de Anuar ficar sozinho com o goleiro, contudo, mandou para longe. Com o tempo, a intensidade diminuiu, mas os Culés tiveram tempo para fazer mais um. Pedri tocou para Sergi Roberto, que abriu com Ansu Fati. O camisa 10 cruzou rasteiro e Lewandowksi acertou o travessão. Sergi Roberto se posicionou no meio da área e fechou a goleada.

Situação

Com sete pontos somados, o Barcelona vai para o segundo lugar, enquanto o Real Valladolid cai para a 15ª posição, com quatro.

O que vem por aí

Os Culés voltam a jogar no próximo sábado (3), às 16h (de Brasília), contra o Sevilla, no Ramón Sánchez Pizjuán. Jás os Pucelas irão enfrentar o Almería, na segunda-feira (5), no José Zorrilla, às 16h (de Brasília).

VAVEL Logo