Guingamp marca no fim e impõe mais uma derrota ao Lille no Campeonato Francês

Equipe de Bielsa sofre gol de Didot no último minuto da partida e fica próximo da zona de rebaixamento; Guingamp sobe na tabela de classificação

Guingamp marca no fim e impõe mais uma derrota ao Lille no Campeonato Francês
Benzia (esq.) disputa bola com Briand (dir.) em vitória do Guingamp (Foto: Getty Images)
Guimgamp
1 0
Lille
Guimgamp: Johnsson; Ikoko, Kerbrat, Eboa Eboa, Rebocho; Salibur, Phiri, Deaux, Camara; Briand e Thuram.
Lille: Maignan; Malcuit, Junior Alonso, Edgar Ié, Ballo-Touré; Amadou, Bissouma, Luiz Araújo; Benzia, El Ghazi e Nicolas Pepé.
Placar: 1-0 (Didot, min.93)
ÁRBITRO: Jerôme Brisard (FRA). Cartões amarelos: Benzia (min.65)
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA SEXTA RODADA DO CAMPEONATO FRANCÊS, REALIZADO NO STADE DU ROUDOUROU, EM GUINGAMP, FRANÇA.

Na tentativa de engrenar no campeonato, Guingamp e Lille se enfrentaram neste sábado (16), no Stade du Roudourou, pela sexta rodada do Campeonato Francês. E, ao som do apito final, quem saiu com um sorriso no rosto foram os donos da casa: com um gol de Didot aos 48 do segundo tempo, o EAG furou o bloqueio adversário e triunfou por 1 a 0.

O placar representa um salto na tabela para o Guingamp. A equipe, que estava em 12º, pula para o oitavo lugar, com nove pontos. Já a equipe do badalado técnico Marcelo Bielsa cai para 17º, uma posição acima da zona de rebaixamento. A única vitória do LOSC foi na primeira rodada.

A sétima rodada será inaugurada justamente com o Lille em campo. E com pedreira pela frente: a equipe recebe o vice-líder e atual campeão Monaco, às 15h45. Já o Guingamp vai à cidade de Bordeaux duelar com o time de mesmo nome e cujo principal destaque é o brasileiro Malcom, ex-Corinthians.

Entre os comandados de Bielsa, apenas um brasileiro: o atacante ex-São Paulo Luiz Araújo foi escalado como titular e teve atuação apagada, sendo substituído por Bahlouli aos 88 minutos. Thiago Mendes, que também jogou pelo tricolor, não foi relacionado, enquanto Thiago Maia, ex-Santos, cumpriu suspensão por cartão vermelho recebido no empate contra o Bordeaux, na última rodada.

Emoção não é exatamente a palavra para definir o que foi o primeiro tempo. Em partida truncada, o mais próximo da abertura do placar que os donos da casa chegaram foi em arremate de longe de Camara, que passou por cima do gol de Maignan. Luiz Araújo, por sua vez, foi o responsável pelo melhor lance do Lille: em jogada individual, o brasileiro limpou o marcador e, da entrada da área, finalizou com perigo à direita da meta de Johnsson.

No segundo tempo, o panorama se manteve. Tanto que, perto do final, ambos os técnicos procuraram promover alterações para tentar chegar à abertura do marcador. No Lille, Luiz Araújo, Benzia e Pepé saíram para as entradas de Kouamé, Bahlouli e Ponce. No Guimgamp, Didot, Benezete e Diallo foram à campo.

E foi justamente dos pés do francês Didot que o time da casa transformou um jogo truncado em uma vitória emocionante. Aos 48 do segundo tempo, Edgar Ié afastou mal uma bola cruzada na área. Didot pegou a sobra na meia lua e chutou forte. A bola desviou novamente no português e dificultou a vida de Maignan, que nada pôde fazer pra evitar mais um tropeço do Lille de Marcelo Bielsa.