Salah aplica 'lei do ex', mas Willian sai do banco e garante empate para Chelsea contra Liverpool

Egípcio abre o placar para os Reds, mas brasileiro entra e garante bom empate para os londrinos

Salah aplica 'lei do ex', mas Willian sai do banco e garante empate para Chelsea contra Liverpool
Foto: Shaun Botterill/Getty Images
Liverpool
1 1
Chelsea
Liverpool: Mignolet; Gomez, Matip, Klavan e Moreno; Henderson, Milner e Coutinho (Lallana, Min. 89); Salah, Sturridge (Wijnaldum, Min. 66) e Chamberlain (Mané, Min. 89). técnico: Jurgen Klopp
Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Christensen e Cahill; Zappacosta (Willian, Min. 83), Bakayoko (Pedro, Min. 77), Kanté, Drinkwater (Fàbregas, Min. 74) e Alonso; Hazard e Morata. técnico: Antonio Conte
Placar: 1-0, Salah, Min. 65; 1-1, Willian, Min. 85
ÁRBITRO: Michael Oliver
INCIDENCIAS: partida válida pela 13ª rodada da premier league 2017/18, realizada no estádio Anfield, em liverpool

Liverpool Chelsea fizeram um bom clássico neste sábado (25) pela 13ª rodada da Premier League 2017/18. Em jogo realizado no Anfield, os donos da casa saíram na frente com a "lei do ex" de Mohamed Salah, mas Willian, já no final do jogo, saiu do banco e garantiu o empate por 1 a 1.

Com este resultado, ambos os times permanecem nas suas respectivas colocações. O Liverpool está em quinto, agora com 23 pontos, enquanto o Chelsea está em terceiro com 26 pontos.

As duas equipes já retornam aos gramados da Premier League no meio de semana. Na quarta-feira (29), o Liverpool vai até o Britannia Stadium encarar o Stoke City, às 18h (de Brasília). No mesmo dia, só que às 17h45 (de Brasília), o Chelsea recebe o Swansea.

Chelsea é melhor, mas Mignolet salva Liverpool

Hazard e Henderson disputam a bola | Foto: Shaun Botterill/Getty Images
Hazard e Henderson disputam a bola | Foto: Shaun Botterill/Getty Images

O início de confronto foi bastante estudado no Anfield. O Liverpool ficava mais com a bola, tentando achar espaços, mas não conseguia furar o ótimo bloqueio dos comandados de Antonio Conte, que, por outro lado, buscavam os contra-ataques para tentar algo mais agudo.

Mesmo com mais posse de bola, os Reds não conseguiam finalizar a ponto de assustar Courtois. Por outro lado, o Chelsea criava e criava muito bem. A primeira veio com Hazard, que recebeu ótimo lançamento de Drinkwater na esquerda, levou para o meio e finalizou no contra-pé do seu compatriota Mignolet, mas o arqueiro do Liverpool fez boa defesa.

Depois foi a vez de quase um italiano marcar, quando Hazard recebeu na entrada da área e passou para Zappacosta, que enfiou um canudo de primeira, mas Mignolet fez mais uma excelente intervenção. Mesmo jogando com uma formação mais defensiva, eram os Blues que chegavam com bem mais perigo.

A primeira e única chance dos donos da casa saiu no final do primeiro tempo, e dos pés do seu maior destaque na temporada. Jogador que mais tentava algo pelo Liverpool, Salah recebeu na entrada da área, girou em cima de Cahill, deixou Kanté para trás e bateu colocado, mas a bola passou ao lado da trave de Courtois, com perigo. Os donos da casa sentiam falta da dupla Mané e Firmino, que começaram a partida no banco.

Salah abre o placar, mas Willian sai do banco para deixar tudo igual no clássico

Willian comemora importante gol | Foto: Paul Ellis/AFP/Getty Images
Willian comemora importante gol | Foto: Paul Ellis/AFP/Getty Images

A segunda etapa começou ainda mais equilibrada que a primeira. Tanto Liverpool como Chelsea conseguiam chegar perto da meta adversária, só que pecavam no momento de finalizar a jogada, além da boa cobertura que as duas defesas faziam.

Porém, quando o momento é bom, tudo acontece em prol do sucesso, com direito a lei do ex. Na primeira grande chance do segundo tempo, Coutinho fez boa jogada pela esquerda, levou para o meio, tentou o passe, Bakayoko não cortou, Chamberlain deu um leve toque, Salah recebeu na área, cara a cara com Courtois e finalizou rasteiro na saída do belga: 1 a 0 Liverpool. Que fase espetacular do egípcio.

A partida ficou bem mais aberta com o gol de Salah, com o Chelsea saindo mais para o ataque, enquanto o Liverpool tentava aproveitar isso para matar de vez o jogo. Quase que o Chelsea marcou com Marcos Alonso, que finalizou de primeira após cruzamento da direita, mas mandou muito forte, por cima do gol de Mignolet.

Só que o dedo de Antonio Conte funcionou. Pouco minutos após entrar em campo, um brasileiro deixou tudo igual. Aos 40', já na parte final da partida, Willian recebeu bola na entrada da área, levou para a direita, tentou cruzamento, só que a bola foi direto para o gol, encobrindo Mignolet, que falhou no lance: 1 a 1. Quase no último lance do jogo, Salah arriscou bom chute da entrada da área e Courtois garantiu um bom empate para a equipe londrina.