Pato decide e, de virada, Corinthians vence clássico
Alexandre Pato faz sinal de "silêncio" para a torcida adversária, após gol de pênalti

O Corinthians venceu o São Paulo por  2 a 1, na tarde deste domingo (31). A partida, que é valida pela 16ª rodada do Campeonato Paulista, aconteceu às 16h no Morumbi em São Paulo. 

Com o resultado, o São Paulo ainda se mantém líder do campeonato, com 36 pontos. Já o Corinthians, com 29 pontos, segue para a quarta colocação na tabela do Paulistão. 

O jogo 

Apesar dos jogos decisivos que os dois times têm pela frente na Copa da Libertadores na próxima semana, tanto Ney Franco quanto Tite escalaram o que tinham de mais forte para partida deste domingo. No time da casa a novidade foi o retorno Paulo Miranda à lateral direita e Rodrigo Caio, no banco de reservas. Já no Corinthians, Paolo Guerrero, que até a tarde de sábado (30) era dúvida, entrou em campo como titular. 

O clássico paulista tinha promessas de ser um jogo movimentado e não foi diferente. Logo aos cinco minutos do primeiro tempo, Jadson balançou a rede e abriu o placar para o Tricolor. O lance aconteceu quando jogadores do Corinthians pediram falta e deixaram que Oswaldo ganhasse velocidade pela esquerda, invadindo o bico da grande área onde tocou para Ganso, que deixou a bola passar para Jadson, que aproveitou uma vacilada de Fábio Santos e mandou para o gol de Cássio.

Em clima quente o jogo seguiu e, somente aos 15 minutos o Corinthians teve boa chance de marcar em cobrança de falta com Paulinho.  A bola foi levemente desviada do centro do gol onde Rogério Ceni estava mal posicionado, e mesmo se atrapalhando na hora da defesa, conseguiu impedir o empate do Timão. 

O São Paulo perdeu a chance de ampliar o placar aos 21 minutos, quando Jadson deixou Oswaldo livre na área, que optou em chutar de primeira. A bola passou por cima do travessão de Cássio. Corinthians respondeu no lance seguinte, com Paolo Guerrero e Romarinho, Rogério Ceni conseguiu fazer a defesa com os pés. 

Os minutos restantes do primeiro tempo, apesar de um clima quente no clássico, foram tranquilos. São Paulo manteve a boa a marcação e desperdiçava as chances que surgiam. Porém, em um vacilo da zaga do time da casa, aos 41 minutos, Corinthians ampliou o placar com golaço de Danilo. O meia recebeu belo lançamento de Emerson Sheik, dominou pela esquerda com maestria, passou por Paulo Miranda e com o pé direito acertou o canto esquerdo de Rogério Ceni. 

Para o segundo tempo os dois times voltaram sem alterações. Mas Tite optou por trocar Paolo Guerrero por Alexandre Pato logo nos primeiros minutos. 
Pela equipe do São Paulo, o destaque no segundo tempo foi Ganso, que criou passes precisos, mas sem sucesso na finalização. Aos 29 minutos Ney trocou Denílson por Wellington. 

O clima esquentou de verdade aos 31 minutos quando Tóloi atrasou uma bola para Rogério Ceni, que precisou sair do gol e dividiu com Pato. O juiz marcou pênalti. Rogério Ceni e jogadores do São Paulo ficaram enfurecidos dentro de campo. Depois de muita reclamação Alexandre Pato cobrou o pênalti, sem chances para Ceni. 

Na comemoração, Pato, fez sinais de "silêncio" para a torcida do Tricolor e foi advertido com cartão amarelo. Apesar do clima pesado, os últimos minutos da partida foram tranquilos e, mesmo com uma pressão no final do jogo, o São Paulo não conseguiu empatar. 

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira (03) contra o Millonarios, na Colômbia. Já o São Paulo viaja até a Bolivia para enfrentar, na altitude, o The Strongest na quinta-feira (04).
VAVEL Logo