Por embalo no Brasileirão, São Paulo faz clássico com o Santos no Morumbi
Destaques Ganso e Arouca novamente enfrentam seus antigos clubes (Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC)

O estádio do Morumbi será palco neste domingo (24) de um dos clássicos mais vencedores do futebol brasileiro. A partir das 16h, São Paulo e Santos se enfrentam pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, com objetivos semelhantes: vencer e tentar acabar com a irregularidade no campeonato nacional. O tricolor vem de três vitórias consecutivas e tem no quarteto ofensivo seu maior destaque, enquanto o alvinegro não terá o carrasco Robinho para buscar o segundo triunfo seguido.

Nos mandantes, a ordem é atacar. Jogando juntos como titulares, o quarteto formado por Paulo Henrique Ganso, Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec tem 100% de aproveitamento. O São Paulo tem 29 pontos e está em quarto lugar, com sete pontos a menos que o líder Cruzeiro. Embalados pela vitória sobre o Internacional, na quarta-feira, os comandados de Muricy Ramalho podem terminar a rodada na segunda colocação, em caso de derrota do Corinthians.

Já o Santos, na oitava posição com 23 pontos, interrompeu na última rodada uma série de três derrotas consecutivas, ao vencero Atlétic-/PR, e busca a vitória na tarde deste domingo para tentar dar inicio a uma reação rumo ao G-4. O alvinegro praiano está seis pontos atrás do rival São Paulo, e terá um importante desfalque: o atacante Robinho, que se destacou por boas atuações contra o tricolor paulista, não estará em campo.

Com apenas uma mudança, Muricy define tricolor para o San-São

O São Paulo, nesta sexta-feira (23), realizou treino no CT da Barra Funda e o treinador Muricy Ramalho definiu a equipe que vai para o clássico. A única mudança, é a saída de Hudson para a entrada de Souza: o camisa 5 volta de suspensão após desfalcar o São Paulo na partida contra o Internacional.

Alexandre Pato, Alan Kardec, Kaká e Ganso estão confirmados para o jogo. Com os quatro juntos, o São Paulo possui 100% de aproveitamento. Foram três jogos com a presença do 'quarteto mágico', e todos foram vencidos pelo Tricolor, incluindo o clássico contra o Palmeiras e a vitória sobre o Internacional, que quebrou uma série de cinco vitórias seguidas dos gaúchos.

Ganso, é a principal atração do clássico. Em grande fase e um dos principais destaques são-paulinos, o meia reecontrará mais uma vez o Santos, depois de ter saído do clube em que o revelou pela porta dos fundos. Questionado, Paulo Henrique exaltou o desejo de dar assistências -- é o líder no quesito no Campeonato -- para um companheiro, mas que tentará marcar gols, como fez no último jogo. ''Minha preferência é sempre dar um passe ou deixar um companheiro na cara do gol. Mas, se tiver alguma oportunidade, como no jogo contra o Inter, tentarei fazer o gol'' disse o camisa 10 do São Paulo.

Irregular no Morumbi, São Paulo é apenas o oitavo melhor mandante na competição, o que preocupa o treinador Muricy Ramalho: ''Tem que analisar a tabela, é importante saber que a gente está indo muito bem fora de casa, mas dentro do Morumbi, temos de melhorar muito. O mesmo que a gente está fazendo fora de casa, temos que fazer dentro também''

Com Robinho fora, alvinegro conta com a volta de Gabriel para triunfar no Morumbi

Destaque do Santos nas últimas partidas, tanto da Copa do Brasil quanto do Campeonato Brasileiro, o atacante e ídolo Robinho será um desfalque para o peixe no clássico. O atacante sofreu um estiramento na coxa, na partida contra o Atlético-PR, no meio de semana, e não tem condições de jogo. Em seu lugar, a tendência é que entre o jovem Gabriel, artilheiro da equipe no ano, que volta ao time após estar com a Seleção sub-20.

 Oswaldo de Oliveira minimizou a ausência de Robinho, dizendo que o jogo terá outras atrações. O treinador também comentou sobre a vantagem dos Santos nos últimos cinco duelos entre as equipes: foram três vitórias e dois empates. O alvinegro não é derrotado pelo Tricolor há dois anos.  ''Eu realmente não levo em consideração. Toda vez que essa pergunta é feita, eu respondo da mesma forma e com a convicção de sempre. Isso não tem peso algum e acho até que cinco jogos invictos em dois anos não tem um peso grande. Vai ser um jogo com algumas figuras diferentes, mas com grandes atrativos'' disse.

Na sequência, o técnico reforçou o discurso de respeito ao São Paulo, mas reiterou que sua equipe, mesmo fora de casa, jogará com três atacantes. 

''Vamos jogar da mesma maneira que temos jogado. O São Paulo é um timaço, mas temos capacidade de defender e atacar. Temos uma das melhores defesas do campeonato. O Santos pode mudar um ou outro jogador, mas vamos jogar como sempre jogamos'', completou Oswaldo, que deve começar o clássico com Leandro Damião e Thiago Ribeiro ao lado do jovem Gabriel.

São Paulo leva vantagem no histórico

Em 246 confrontos, o São Paulo leva vantagem sobre o Santos. O Tricolor possuiu 107 vitórias, contra 77 do peixe. Porém, no entanto, o Santos tem vantagem nos confrontos recentes. O time do Morumbi não vence o alvinegro há dois anos: a última vez foi em junho de 2012, quando o placar terminou 1 a 0.

O último clássico SanSão, foi pelo Campeonato Paulista deste ano, no Morumbi, um empate sem gols. De lá pra cá, as equipes tiveram mudanças significativas, como as entradas de Alan Kardec, Kaká e Pato no lado tricolor, e Lucas Lima e Robinho no lado do Santos.

VAVEL Logo