Atlético-PR não aproveita vantagem numérica e fica no empate com o Palmeiras

Mesmo com um a mais durante boa parte do segundo tempo, o Atlético-PR não conseguiu tirar a igualdade do placar e ficou no 1 a 1 com o Palmeiras. Depois de sair na frente com um belo gol de Dellatorre, de calcanhar, os donos da casa viram Henrique fazer de pênalti para os visitantes.

Ao final do primeiro turno, o Furacão está na 11ª posição com 25 pontos, enquanto o Palmeiras tem 18 e se encontra no 16° lugar, a beira da  zona do rebaixamento. As esquipes agora se preparam para o returno, e começam já no meio de semana, quando enfrentam Grêmio e Criciúma, respectivamente.

Apesar de bom primeiro tempo do Palmeiras, Atlético leva a vantagem para o vestiário

Com Juninho como armador, o Palmeiras mostrou um posicionamento diferente do habitual, melhorando o padrão de jogo da equipe e criando mais oportunidades que o adversário. A primeira chance veio numa cobrança de escanteio, e Marcelo Oliveira quase abriu o placar. O Verdão seguiu marcando muito forte e não dando espaço para o Atlético.

O clube paranaense chegou com perigo pela primeira vez aos 21 minutos, quando Dellatorre cruzou e Tobio afastou a bola. Aos 26 minutos, a torcida do Verdão quase comemorou, quando Leandro saiu na cara do goleiro mas acabou chutando na trave, perdendo excelente oportunidade de gol. O Atlético então teve mais uma oportunidade, e dessa vez não desperdiçou. Marcos Guilherme invadiu a área e chutou para boa defesa de Fábio, no rebote, Dellatorre, de costas para o gol toca de calcanhar e abre o placar para os donos da casa.

O gol não abalou os alviverdes, e eles seguiram atacando, principalmente usando a movimentação de Diogo, que caia pelas pontas e investia pelo meio, criando boas oportunidades, que não acabaram em lances de grande perigo.

Com um a mais, Atlético-PR não consegue se livrar da forte marcação alviverde

O segundo tempo começou do mesmo jeito, com o Verdão buscando o empate. E ele veio, aos 7 minutos. Diogo tentou driblar Marcelo e o jogador paranaense fez falta dentro da área. Na cobrança, Henrique esbanjou tranquilidade para marcar seu oitavo gol no Brasileirão.

As duas equipes se abriram pra buscar a vitória, deixando a partida mais interessante e com mais oportunidades de gol, embora os dois times fossem incapazes de aproveitá-las. O jogo ficou ainda mais quente quando Josimar , que havia entrado no intervalo da partida, foi expulso aos 17 minutos de jogo. O volante deu uma entrada dura em Natanael e deixou o vestiário mais cedo, forçando Dorival Junior a recuar o time.

Com um jogador a mais, os donos da casa passaram a ter um domínio maior no ataque, criando algumas oportunidades, aproveitando os espaços deixados pela marcação alviverde. Jogando apenas com 10 jogadores, os visitantes se fecharam e buscaram jogar mais defensivos, para segurar o empate com um jogador a menos.

O Furacão pressionou até o apito final, mas não conseguiu superar a defesa do Palmeiras. No fim da segunda etapa, o Atlético chegava bem pelos lados. A maior chance de gol veio aos 40 minutos, quando Marcos Guilherme, sozinho dentro da área, chutou para fora.

VAVEL Logo