Estreando no Brasileirão, Atlético-PR vence o Internacional com goleada
(Foto: Gustavo Oliveira - Divulgação/ Atlético-PR)

Na tarde deste domingo (10), o Atlético Paranaense enfrentou a equipe do Internacional, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2015. O jogo terminou com uma goleada por 3 a 0 em favor dos rubro-negros contra os reservas do time gaúcho.

Os gols do time atleticano foram marcados por Walter, abrindo o placar ainda no primeiro tempo, Felipe convertendo pênalti e Paulão, fazendo contra, já na segunda etapa da partida. O atacante participou ainda dos outros gols do furacão.

O Atlético Paranaense era desacreditado nesse confronto contra os reservas do Inter. Sendo um dos principais times cotados ao rebaixamento, a vitória na estreia do maior campeonato nacional pode servir como um recomeço. Vindo de uma eliminação na Copa do Brasil para o Tupi-MG, vencer a partida contra o Internacional daria um ânimo a mais para os rubro-negros. Agora, nessa estreia do campeonato, o atlético ocupa a segunda posição na tabela. 

O Atlético-PR volta a campo no próximo sábado (16), quando enfrenta o Goiás, no Estádio Serra Dourada, às 18h30min, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O Internacional volta a campo nesta quarta-feira (13), encarando o Atlético-MG, no Beira Rio, às 22h00min, jogo válido pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América. 

Melhor em campo, Atlético-PR abre placar com Walter

O primeiro tempo começou com uma forte movimentação do time atleticano no campo de ataque. O time atleticano entrou em campo com tranquilidade nessa partida. Jogando num esquema com Marco Damasceno auxiliando Walter no campo de ataque, o intuito era pressionar o adversário para fazer o gol. O atacante rubro-negro era muito buscado pela marcação do time do Internacional.

As principais apostas de jogadas saíram das laterais, principalmente com Marcos Guilherme e Eduardo, apostando na ofensividade e velocidade dos jogadores. Tanto surtiu efeito que logo no início do primeiro tempo, em uma jogada do meio-campista Marcos Guilherme, que cruzou da lateral direita do campo de ataque, e bem posicionado Walter apareceu livre, mandando de primeira para o fundo do gol, aos 14 minutos.

O colorado pouco apareceu no primeiro tempo, com menor posse de bola e levando pouco perigo ao gol de Weverton. Aos 23 minutos a primeira jogada mais perigosa do time visitante saiu dos pés de Taiberson, que cruzou e Kadu mandou para fora. 

Com maior posse de bola, os rubro-negros pressionaram mais as saídas de bola do adversário e tiveram mais duas oportunidades de ampliar o placar, mas encontrando certa dificuldade para acertar o ataque. Em muitos momentos, Walter levantava os braços durante a partida, chamando os companheiros para o ataque.

Atlético melhora no segundo tempo e amplia o marcador

No segundo tempo, o Atlético voltou com força total e sem alterações. Com forte movimentação, ainda pelas laterais, o lateral-direito Eduardo chegou ao campo de ataque e cruzou para o meio da área, onde estava Marco Damasceno, que quase ampliou o placar. Felipe, logo no início da segunda etapa, perdeu um gol incrível quando o rubro-negro vencia por 1 a 0 apenas.

Fosse qual fosse a formação colorada para a partida, a vontade do rubro-negro em campo para vencer era clara. Com maior posse de bola e movimentação do meio de campo ao ataque, Marcos Guilherme com passes precisos, Felipe e Deivid criavam as jogadas e botando velocidade ao jogo, chegaram a pressionar muitas vezes o adversário. Foram várias as oportunidades de ampliar o marcador perdidas no segundo tempo.

Walter, jogando mais centralizado e brilhando no elenco, pressionava diretamente e em um lance, bem posicionado, obrigou ao lateral-direito Cláudio Winck que fizesse falta dentro da área, dando um pênalti para o furacão. A falta foi cobrada por Felipe, que ampliou o marcador aos 20 minutos. E nem ao menos passou o tempo de comemoração, novamente Walter estava presente.

O atacante deu um chute muito forte na direção do gol adversário e acertou o zagueiro Paulão, do Internacional, que converteu mais um gol para o rubro-negro. O Inter até tentou pressionar algumas vezes, chegando com perigo à área do goleiro atleticano. Contudo, o arqueiro rubro-negro fechou o gol. O time colorado acertou três bolas na trave, duas delas ainda sofreram desvios das mãos do goleiro Weverton. 

VAVEL Logo