Copa do Brasil: Dez motivos para o torcedor são-paulino acreditar na classificação à final
Foto: Rubens Chiri/ divulgação

O São Paulo terá que incorporar Ethan Hunt, personagem interpretado pelo ator americano Tom Cruise, na próxima quarta-feira (28), ás 22h, na Vila Belmiro. Isso porque, para se classificar à final da Copa do Brasil 2015, a equipe do técnico Doriva enfrentará praticamente uma 'Missão Impossível': vencer o Santos, que já não perde em casa há 14 partidas, por um placar de três gols de diferença ou até mesmo dois, se marcar mais de quatro vezes.

Muitos torcedores são-paulinos não crêem mais na classificação e em um possível título  na competição após a derrota, dentro de casa, por 3 a 1 no jogo de ida. Mas, como diz o ditado, "a esperança é a última que morre'. Por isso, listaremos aqui dez motivos para a torcida acreditar na classificação tricolor para a final da Copa do Brasil.

1) Primeira vitória com Doriva

No último domigo (26),diante do Coritiba, no Couto Pereira, o São Paulo venceu a primeira partida sob comando do técnico Doriva. A vitória veio em um momento importantíssimo, visto que, por ter sido contratado ainda pelo ex-presidente, Carlos Miguel Aidar, já sofria pressão da atual diretoria nos bastidores. Com o resultado positivo, o time entrará mais motivado em campo no próximo jogo e o treinador tentando mostrar serviço.

2) Tricolor calejado

Para essa fase decisiva da Copa do Brasil, o São Paulo conta com jogadores que podem fazer a diferença. Atletas experientes, como Rogério Ceni e Michel Bastos, e até mesmo Alexandre Pato, que com apenas 26 anos já disputou muitas partidas decisivas, estão acostumados com a pressão que enfrentarão na Vila Belmiro, e isso pode ser um diferencial a favor do clube do Morumbi.

3) Inexperiência santista

Para muitos, o Santos, ao lado do Corinthians, é a equipe que vem apresentando o futebom mais vistoso no Brasil no momento, e isso se deve principalmente, além de Ricardo Oliveira, à juventude do time. Isso, entretanto, pode ser um problema para um jogo de tal grandeza como esse Sansão. Os garotos do Peixe, podem sentir a pressão da partida e facilitar a vida tricolor.

4) Retornos importantes

O time de Doriva deverá ter praticamente força máxima para o clássico na Vila. Carlinhos, lesionado, não deverá se recuperar a tempo, mas o time poderá contar com as voltas do lateral Matheus Reis, do atacante Luís Fabiano e do zagueiro Breno. O retorno do camisa 33, inclusive, deve ser o mais comemorado devido às atuações ruins do setor defensivo nos últimos jogos.

5) Possibilidade de um título inédito

O São Paulo, em toda sua história, já conquistou muitos títulos importantes. Três Libertadores, Três Mundiais e seis Campeonatos Brasileiros foram apenas alguns deles. A vitoriosa galeria tricolor, entretanto, não conta com o troféu da Copa do Brasil. Isso, inclusive, é um dos principais motivos de chacota dos torcedores rivais, e os jogadores são-paulinos prometem acabar com essa gozação para ficarem marcados na história do clube.

6) Aposentadoria de Rogério Ceni

O maior ídolo da história são-paulina já anunciou que irá 'pendurar as luvas' ao fim desta temporada. Integrante do elenco na maioria das grandes conquistas importantes do clube, o goleiro-artilheiro quer mais um título para encerrar a carreira com chave de ouro. Nas preleções antes dos jogos, o Mito, por várias vezes, já falou aos outros atletas sua vontade de vencer em sua despedida, e deve fazer isso mais uma vez para motivar os jogadores para o clássico.

7) Exemplo gremista

Par vencer o Santos por uma bom placar na Vila Belmiro, o Tricolor deverá seguir o exemplo do Grêmio. Neste ano, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro, a equipe gaúcha fez 3 a 1 no time da Baixada e saiu vitorioso do confronto. O resultado conquistado pelos gremistas, se alcançado pelo São Paulo, levaria a decisão para os pênaltis.

8) Histórico favorável

Embora muito se fale no retrospecto recente das duas equipes em mata-matas e uma 'freguesia' tricolor, no histórico geral do Sansão o clube do Morumbi tem ampla vantagem. Enquanto o Santos venceu apenas 80 jogos, o São Paulo levou a melhor em 110 oportunidades, tendo outras 63 partidas terminadas sem vencedor.

9) 'Lei do ex'

No futebol, há uma teoria chamada de 'lei do ex'. Isso é mais uma brincadeira que consiste no bom rendimento de atletas que jogam contra seus ex-clubes. Se isso valer, o São Paulo pode ter mais uma vantagem. Além de Carlinhos, que está machucado, o Tricolor conta com Alan Kardec e Paulo Henrique Ganso, que já jogaram no Santos. Quem acredita nessa teoria fica na expectativa de que estes jogadores façam a diferença no clássico.

10) Boa fase de Pato

Alexandre Pato é a principal esperança são-paulina para o confronto decisivo diante do Santos. Vivendo sua melhor fase na carreira, pelo menos em número de gols, o camisa 11 é o destaque da equipe do Morumbi. Nesta temporada, em 54 jogos disputados, o atacante já balançou as redes 26 vezes, com média de quase meio gol por partida.

Baseado nisso, o são-paulino pode ter mais esperanças para o confronto na Vila Belmiro. A equipe pode ou não se classificar, mas a torcida deve acreditar e apoiar até o fim. Afinal, no futebol tudo pode acontecer, ainda mais quando se trata de um dos maiores clubes do Brasil, que, em adversidades como essa, costuma mostrar porque é conhecido como "Clube da Fé".

VAVEL Logo