Após triunfo diante do Goiás, Sheik declara: "Que a gente some mais pontos"
Emerson Sheik em ação contra o Goiás (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

O atacante Emerson Sheik foi bem direto ao falar sobre o restante do Campeonato Brasileiro após a vitória por 4 a 1 sobre o Goiás, neste domingo, no Maracanã. A vitória manteve o Flamengo na 11º colocação com 47 pontos.

Restam quatro partidas e o jogador quer conquistar o maior número de pontos possíveis. "Que a gente some mais pontos, suba na tabela e consiga terminar o ano de maneira mais digna. Dar ao torcedor um final de competição mais agradável, mais feliz, com menos derrotas e mais vitórias", declarou Sheik. 

O atacante também deu sua opinião sobre a declaração de Oswaldo de Oliveira que iria beber chope para comemorar a vitória. "Ninguém tem nada a ver com a vida pessoal do Oswaldo. São hábitos dele o que ele faz ou deixar de fazer fora do trabalho, isso diz respeito a ele e à família dele. Serve para todos os outros. Eu vou para a minha casa e ficar com o Emerson e o Henry, eles estão me esperando para jogar videogame a noite inteira", ressaltou Emerson Sheik.

Conhecido por falar o que pensa, o jogador foi questionado sobre a reitegração dos colegas de time após a confusão da festa que gerou suspensão e multa de 30% no salário dos envolvidos. 

"O torcedor vê de uma maneira e até entendo, porque já fui torcedor também. A diretoria de alguma maneira precisa mostrar que tem liderança, precisa fazer alguma coisa. Por outro lado não consegui enxergar uma coisa absurda que tenham feito, uma vez que as famílias deles estavam avisadas. Ninguém foi para o aniversário escondido das esposas. Elas sabiam. Acho que essa confusão toda poderia ser por parte da família, e não da imprensa e dos torcedores. Mas é complicado, porque o torcedor paga ingresso e às vezes acha que o desempenho dentro de campo tem a ver com a vida pessoal fora. Às vezes tem. Enfim, é muito complicado. Mas que bom que eles voltaram, e voltaram bem para poder ajudar", concluiu o atleta. 

VAVEL Logo