Oswaldo de Oliveira comemora retorno de Éderson e mira vaga no G-4 do Brasileirão
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo venceu o Orlando City, por 1 a 0, no Maracanã, na tarde deste domingo (15), em um amistoso comemorativo pelos 120 anos do clube, que contou com a presença de pouco mais de 10 mil torcedores. Durante a partida, o comandante rubro-negro Oswaldo de Oliveira, teve o retorno do meia Éderson, que vinha se recuperando de uma lesão no joelho. 

O treinador pretende contar com o camisa 10 para a reta final do Campeonato Brasileiro, e ainda acredita que seja possível chegar até a zona de classificação para a próxima Libertadores da América: "Se conseguirmos vitórias, gradativamente vamos nos aproximar dos nossos objetivos", declarou.

Sobre Éderson, Oswaldo disse ter sido importante a participação do meia no amistoso: "A gente pôde preparar para que seja parte da preparação dele para que participe dos últimos jogos do campeonato", disse o comandante. Na saída do gramado, o jogador também disse o que achou de sua atuação e se será possível estar em campo já na próxima partida contra o Santos, nesta quinta-feira (19), às 22h (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

"Preciso ter uma progressão. Claro que foram só 20 minutos, mas foi bom para começar, voltar a jogar. Tenho que trabalhar firme para ganhar condição de jogo para ajudar o time até o fim do campeonato", ressaltou.

Oswaldo de Oliveira também foi questionado sobre a ausência de Emerson Sheik na partida desta tarde, e explicou: "Eu quis poupá-lo para ele poder primeiro não correr nenhum risco e para estar pronto de enfrentar Santos e a Ponte Preta em seguida".

O treinador também falou sobre o próximo adversário do Flamengo no Campeonato Brasileiro, o Santos, assumindo que será uma partida muito difícil. "Vamos pegar um Santos que vem muito bem, talvez um time que tenha a maior ascensão nos últimos jogos do Brasileiro. Será uma tarefa árdua. Estamos nos preparando para jogar essa partida", concluiu o treinador.

VAVEL Logo