Roger quer triunfo em Gre-Nal para selar vaga na Libertadores: "Precisamos dos pontos do clássico"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Após a vitória sobre o Fluminense, o técnico Roger Machado definiu o clássico Gre-Nal do próximo domingo (22) como fundamental para a conquista da vaga à Libertadores da América. Gre-Nal este, que pautou a maioria das perguntas da entrevista coletiva posteriormente ao termino da partida. Os três pontos no Beira-Rio garantem o Grêmio entre os brasileiros que na competição representarão o país. 

Para garantir uma das quatro vagas para a principal competição continental, o tricolor gaúcho necessita apenas de dois pontos, entretanto, o treinador evitou falar em uma antecipada classificação: "Está próximo, mas não significa estar presente. Ainda falta um caminho importante a percorrer, hoje tivemos um jogo tenso, em alguns momentos nervoso. Hoje, no meu ponto de vista, parte do nervosismo foi pela condução do jogo do árbitro. Isso dificultou para as duas equipes. Perseguimos a vitória, que saiu em uma penalidade, criamos boas chances. De todo modo, o jogo acabou com o placar mínimo, mas que nos deu os três pontos. Foi um pouco diferente do que estamos acostumados a fazer, mas conseguimos nos adaptar bem".

O comandante gremista reforçou a ideia de que o embate com o maior rival merece atenção máxima e motivação especial: "Nossas motivações independem das motivações do Inter. Temos nossos objetivos. E o Inter tem os dele. A vitória desta quinta nos leva para o clássico mais tranquilos. Mas entramos mais motivados, porque é clássico. O resultado do clássico pode nos dar condições de confirmar a Libertadores e, dependendo do que ocorra, até de chegar ao jogo com o Atlético na briga pela segunda posição. Hoje demos um passo importante. No primeiro turno nós sabemos como foi. Eu tenho certeza que o Inter dá atenção especial, assim como a gente dará. Espero que seja um grande jogo, bem jogado, e que esteja à altura dos grandes clássicos disputados".

Roger compreende que o Grêmio cria possibilidades diferentes para chegar ao gol e isso é uma das grandes características do plantel, pois envolve o adversário: "Definição, entendo que tem um sentindo amplo. É o acabamento, que pode ser de dentro ou de fora da área, com entradas por tabelas ou infiltrações. Do nosso esquema, criamos alternativas diferentes. Não temos uma só variável. Conseguimos envolver nosso adversário e fazer ele se defender perto do seu gol. Isso é trabalhado, mas é nossa característica. Prefiro que o jogador perca um segundo a mais para definir melhor a jogada. No final do jogo, o Luan, desequilibrado, preferia que perdesse um segundo para equilibrar melhor e oferecesse o passe. Isso não me preocupa, tentamos melhorar essa questão. Criávamos 12,14 finalizações. Antes se cobrava eficiência. Aparece outra dificuldade e teremos que solucionar"

De acordo com o treinador, é muito mais instigante participar de um Gre-nal: "Sempre fica a TV ligada no vestiário, ficamos atentos ao que acontece. Sempre olhamos para ver como as coisas estão. Clássico são motivadores, é muito gostoso disputar um Gre-Nal. Todos que vem aqui disputá-lo entendem que é um dos maiores do mundo pela rivalidade. É um jogo importante, precisamos dos pontos do clássico".

Sobre as estratégias que se criam diante de um duelo, Roger entende que é consequência do desenvolvimento: "Sempre se pensa a estratégia como o adversário vem. uma equipe de futebol é um organismo vivo, está em constante evolução. Temos uma maneira de jogar, temos uma identidade de equipe. Pode variar em alguns momentos pelas características diferentes. Não conseguimos ter tudo, temos que nos focar. Queremos ter a bola, então não temos bola pelo alto. Circulamos a bola, não dá para tentar ter uma situação com todos os princípios. O mais importante é termos um jeito de jogar. A estratégia muda, em função de características que estudamos".

Realizada na tarde desta quinta-feira (19), Roger também aproveitou para comentar sobre a assinatura da renovação de contrato: "Faz pelo menos um mês que se toca neste assunto. Nunca tive dúvida da minha renovação, era questão de pequenos ajustes. Hoje, efetivamente, teve o registro. Fico feliz por dar continuidade e a perspectiva de títulos no próximo ano, isso é que irá me garantir".

O Grêmio se mantém na 3ª colocação na tabela, somando 62 pontos, com a vitória sobre o Fluminense. O tricolor gaúcho volta a campo neste domingo, no Beira-Rio, às 17h, no clássico de número 408, válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Antes disso, retoma os treinamentos nesta sexta-feira (20), às 16h, no CT Luiz Carvalho.

VAVEL Logo