Fator casa e torcida única: Santos é não perde para Palmeiras na Vila Belmiro desde 2011
Foto: Divulgação/ Santos Futebol Clube

Finalmente chegou o momento em que o Campeonato Paulista começa a ganhar em emoção. Após muitos jogos que não empolgavam tanto assim os times grandes e seus torcedores, além de mata-matas tranquilos nas quartas de final, com exceção ao São Paulo, eliminado pelo Osasco Audax, os principais times do estado deixarão os "jogos-treinos" que tiveram até agora pelo estadual e começarão a jogar de verdade.

De um lado, em Itaquera, o Corinthians enfrenta o Audax, carrasco tricolor, e entra como grande favorito para chegar à final do campeonato. Do outro, um clássico, no qual a rivalidade aumentou muito após as disputas de títulos do próprio Paulistão e da Copa do Brasil no ano passado: Santos e Palmeiras. Por ser um duelo entre gigantes, o normal seria dizer que o jogo não tem favorito, mas, como a partida será na Vila Belmiro, o time da Baixada entra com uma grande vantagem.

Isso porque o Santos sabe fazer, como ninguém, do seu estádio um verdadeiro alçapão, sendo difícil para qualquer equipe jogar como visitante. O próprio Palmeiras, adversário do próximo domingo (24), às 16h, não vence no litoral de São Paulo há cinco anos. A última vitória aconteceu no dia 3 de abril de 2011, quando o Alviverde bateu o rival por 1 a 0, em jogo válido também pelo Campeonato Paulista. O gol da vitória foi marcado por Kléber Gladiador.

Além do bom histórico em casa contra o rival nos últimos anos, o Peixe conta ainda com um retrospecto favorável de seu treinador na casa santista. Desde que voltou para sua segunda passagem no clube, Dorival Júnior ainda não perdeu na Vila Belmiro. Ao todo, são 25 jogos disputados com o comandante, com apenas três empates e incríveis 22 triunfos. A última derrota santista em seu estádio ocorreu quando o técnico ainda era Marcelo Fernandes, no revés por 3 a 1 diante do Grêmio, em partida que colocou a equipe na zona de rebaixamento do Brasileiro e culminou na demissão do treinador.

Além da pressão já sempre difícil de jogar na Vila Belmiro, o Palestra ainda terá que enfrentar o alçapão 100% santista. Devido às brigas antes do último clássico entre o próprio Palmeiras e o Corinthians, foi decidido que os clássicos, a partir de agora, serão disputados com torcida único. O confronto de domingo será o primeiro com a medida e, portanto, não contará com nenhum torcedor palmeirense.

Para confirmar o favoritismo santista, junta-se a tudo isso ainda o retrospecto recente do time no estadual. Neste século, o Peixe foi o que conquistou mais vezes o Campeonato Paulista. Foram seis títulos, seguido do Corinthians, maior campeão, com quatro. Além disso, desde 2009 o Santos chega a todas as finais da competição, e a equipe busca agora a oitava final seguida. Nas últimas sete edições que disputou, o Alvinegro venceu quatro vezes, sendo três seguidas e uma após 2 anos sendo vice.

Assim, a expectativa é grande para o confronto. Embora muitos pontos levem a acreditar que o Santos é o grande favorito nesse duelo, vale lembrar que se trata de um clássico, e clássicos são sempre decididos em detalhes. Portanto, ao contrário do que aconteceu na Copa do Brasil do ano passado, na qual o Palmeiras sagrou-se campeão, o time de Dorival deve deixar de lado o favoritismo. Jogando sem pensar que já está classificado, com seriedade, respeitando o rival e aproveitando a Vila Belmiro, que vem sendo um alçapão mortal para seus adversários nos últimos jogos, o clube tem tudo para conseguir a classificação e chegar a sua incrível oitava final seguida.

VAVEL Logo