Corinthians se dá bem e lucra com transferência de Paulinho ao Barcelona
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com a saída de Neymar, o Barcelona está com os cofres cheios e fará contratações para reforçar o elenco nesta temporada. O clube catalão confirmou nessa segunda-feira (14) a contratação de Paulinho após pagar a multa rescisória do volante, que joga no Guangzhou Evergrande, da China. Os valores são na casa dos 40 milhões de euros. E quem se alegrou com a negociação foi o Corinthians, que deverá render R$ 1,2 milhão para os cofres do clube.

Isso acontece porque a Fifa criou um mecanismo de solidariedade para ajudar os clubes que fizeram parte do desenvolvimento dos atletas entre os 12 aos 23 anos. Eles têm direito de receber 5% das negociações futuras. Na transferência do Paulinho, os beneficiários, além do Timão, são Juventus-SP, Grêmio Osasco Audax, Bragantino, Lódzki Klub, da Polônia, e o FC Vilnius, da Lituânia.

Segundo a Rede do Futebol, software especializado em cálculo, o Corinthians tem 0,857% de todas as transferências do jogador, quem possui mais direito pelo atleta é o Grêmio Osasco Audax onde ele foi revelado com 1,75%, cerca de R$ 2,642 milhões. Já o Juventus-SP possui 0,124% e o Bragantino 0,416%.

Paulinho chegou à equipe alvinegra com 21 anos e jogou de 2010 a 2013. Nesse período ganhou títulos, como o Campeonato Brasileiro (2011), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e Campeonato Paulista (2013), virou ídolo marcando um gol aos 42 do segundo tempo contra o Vasco da Gama, pela Libertadores em 2012, um dos mais emblemáticos na história do clube. No meio de 2013 foi transferido para o Tottenham por R$ 53 milhões, mas não fez tanto sucesso, já que era escalado muitas vezes como atacante. Quando ele saiu do time inglês para ir jogar na China, o Timão arrecadou R$ 420 mil.

O ex-camisa 8 corinthiano será o quarto jogador mais caro da história do Barcelona, somente atrás de Zlatan Ibrahimovic, Luis Suárez e Neymar. O brasileiro, que agora defende o PSG, é parceiro de Paulinho na Seleção Brasileira.

Essa Cláusula de Solidariedade estimula os clubes a cuidarem mais da categoria de base, e nos últimos anos, o time do Parque São Jorge está revelando grandes jogadores. Isso pode render bastante lucros nas próximas transferências. Malcom, muito especulado nas janelas europeias, pode ser mais um de saída de seu clube. Atualmente no Bordeaux, o jovem revelado em 2014 e campeão brasileiro como titular em 2015, tem seu nome ventilado em grandes clubes do Velho Continente. Marquinhos, outro formado no "Terrão", é mais um que tem seu nome constantemente avaliado por gigantes, como Barcelona e Manchester United.

VAVEL Logo