Palmeiras entra em acordo e recebe mais R$ 20 milhões pela venda de Gabriel Jesus

Palmeiras chegou a um acordo com o empresário Fábio Caran, ex-agente de Gabriel Jesus, e conseguiu ganhar mais R$ 20 milhões pela venda do atacante. A briga judicial durou pouco mais de um ano e só chegou a um fim nesta semana. A informação foi divulgada pelo UOL.

Ainda em julho do ano passado, o Verdão aceitou a proposta por Gabriel Jesus por cerca de € 32 milhões (R$ 121 milhões). Nessa época, a divisão econômica já era definida em 30% para o clube, 47,5% para o empresário Cristiano Simões, e 22,5% para Fábio Caran.

O contrato feito estabelecia que tais direitos não poderiam ser repassados ou vendidos. Então, o Palmeiras afirmou que Caran e sua mulher descumpriram a cláusula, visto que a última parte era vinculada à uma empresa individual, que foi transformada, posteriormente, em sociedade limitada, com mais dois sócios.

+ Era Parmalat: Palmeiras encerra jejum e volta à hegemonia nacional

Caso fosse provada que uma fração dos direitos econômicos de Jesus havia sido negociada sem permissão, o time receberia todo o valor da parte acusada. Para não correr perigo, o ex-empresário do jogador preferiu entrar em acordo com o Verdão, ficando com R$ 8 milhões e pagando R$ 20 milhões.

Gabriel Jesus foi campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras (Foto: Brazil Photo Press / CON / Getty Images)
Gabriel Jesus foi campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras (Foto: Brazil Photo Press / CON / Getty Images)

Com o resultado, o Verdão finaliza a transferência com cerca de R$ 55 milhões, valor próximo à metade do que foi proposto pelo Manchester City em 2016. 

 

VAVEL Logo