Aponta para cima e escala: América vai até o triângulo encarar Uberlândia pelo Mineiro
Foto: Mourão Panda/América-MG

A luta continua. Nesta quinta-feira (8), inicia-se a sexta rodada do Campeonato Mineiro 2018. No Parque do Sabiá, a partir das 20h15, Uberlândia e América se enfrentam em partida que vale muita coisa para as duas equipes. Para o Alviverde do Triângulo, o foco é a permanência no G-8. Já o Coelho que colar no líder, Cruzeiro, e não deixá-lo desgarrar na frente.

Em oitavo lugar, com seis pontos, o Uberlândia tem de olhar para cima e para baixo ao mesmo tempo. Com seis pontos ganhos, a equipe do triângulo está na oitava posição, mesmo numero de pontos do Patrocinense, logo abaixo, e do Villa Nova, uma posição acima.

Vice-líder, com 10 pontos, o Coelho não quer deixar a Raposa abrir distância, que atualmente é de três pontos. Porém, um degrau abaixo está o Atlético-MG, com oito pontos conquistados. Um resultado positivo é fundamental para manter-se bem no confronto contra os dois rivais da capital.

Vem com moral: classificação na Copa do Brasil fez bem ao Periquito

Apesar de estar mais ou menos no Campeonato Mineiro, o alviverde vem com moral para a partida. A vitória diante do Ituano, por 1 a 0, na primeira fase da Copa do Brasil, fez bem aos ares uberlandenses. Agora, a equipe quer trazer o bom resultado na competição nacional para o âmbito estadual, uma vez que na última rodada o time sofreu um revés dolorido, fora de casa, por 1 a 0, diante do Tombense.

Em relação aos 11 titulares que atuaram em Tombos, o time comandado por Paulo Cezar Catanoce tem uma mudança, sendo esta na zaga. Mauro Viana, cumprindo suspensão, dá lugar à Ferron, ausente há três jogos devido a uma lesão na coxa. Fora isso, força máxima: Felipe, Cesinha, Ferron, Bruno Costa, Rafael Estevam; João Paulo, Daniel Pereira, Alê, Eliomar; Jarlan, Deivison.

O zagueiro Ferron sabe das dificuldades que o Periquito terá diante do América, porém salienta que não dá para ficar sem pontuar em um campeonato tão disputado. "Temos de estar cientes que será uma partida muito difícil contra uma excelente equipe, mas é importante saber que não podemos ficar dois jogos sem pontuar. Temos de procurar o equilíbrio. Creio que com paciência podemos conquistar os três pontos", analisou.

Mexidas inesperadas: Coelho tem mudança forçada em meio a preparação

No último treino antes da viagem para o triângulo, o técnico Enderson Moreira comandou inicialmente uma atividade focada nas finalizações. Em seguida, o tático, já no apronto do time titular, porém sem o goleiro João Ricardo, que ficou de fora da atividade devido a um incômodo no músculo adutor da coxa direita.

O time base do treino foi: Glauco; Aderlan, Messias, Rafael Lima e Giovanni; David, Zé Ricardo, Norberto e Serginho; Aylon e Rafael Moura. O apronto teve atenção redobrada para a bola parada e o posicionamento dos jogadores, tanto defensivo quanto ofensivo. Sobre esse acerto, o atacante Aylon afirmou que o objetivo é colocar dentro de campo o que é treinado, afinando a teoria com a prática.

"Ele passou pra gente o que a gente errou, principalmente no primeiro tempo e a gente vai tentar se organizar um pouco melhor, por função de algumas jogadas, alguns movimentos que a gente acabou treinando e acabamos não executamos no jogo, então, é tentar melhorar essa parte para que no jogo contra o Uberlândia a gente consiga melhorar esse movimento", declarou.

O volante Juninho, ainda se recuperando de um estiramento na panturrilha esquerda, segue em transição física. Marquinhos, que está bem próximo de ser anunciado pelo clube, realizou trabalho em separado, visando aprimoramento físico.

 

 

VAVEL Logo