América Futebol Clube
América Futebol Clube
Football Team
Soccer

América Futebol Clube

1912 Belo Horizonte, Minas Gerais


Um dos clubes mais tradicionais do futebol mineiro, o América Foot-Ball Club foi fundado em 30 de abril de 1912 em Belo Horizonte, Minas Gerais. Decacampeão, conquistou o feito de ser a primeira equipe de futebol do mundo a conquistar dez títulos seguidos, com registro no livro dos recordes. 

Fundação

Em 30 de abril de 1912, estudantes de 11 a 13 anos, residentes da capital mineira, na efervescência, resolveram fundar um grupo para a prática do novo esporte, o futebol. A garota Alda Meira, irmã de Adhemar de Meira - um dos fundadores - sorteou o nome e o sonho virara realidade, naquele momento, nascia o América Foot-Ball Club. 

Os fundadores do clube foram Affonso Silviano Brandão, Aureliano Lopes de Magalhães, Aldemar de Meira, Oscar Gonçalves e Henrique Dinis Gomes. O América foi o primeiro clube do Brasil a ter um fundador de origem afro-descendente: Geraldino de Carvalho.

Escolhidas por sorteio, as cores do clube foram o verde e o branco. Em 1913, ano seguinte à origem, o preto foi incorporado, predominando nos calções dos atletas e passando a fazer parte das variações dos uniformes. No mesmo ano, o América fundiu-se com o Minas Gerais Futebol Clube. 

O primeiro sinal do “Clássico das Multidões” ocorreu em 15 de novembro de 1913, ocasião em que o América propôs um amistoso contra o Athlético para comemorar a formação do time de adultos. Naquele dérbi as equipes empataram em 1×1, sendo o primeiro grande clássico de Minas Gerais.

Reinado absoluto… ah, o Decacampeonato!

O Coelho tem como alcunha o “decacampeão”, que carrega com orgulho o período entre 1916 e 1925, quando reinou absoluto no futebol mineiro e conquistou um recorde mundial de títulos em sequência. O período de glórias começou em 1º de Novembro de 1915.

Dos dez títulos conquistados pelo América, sete foram de forma invicta, e a equipe  perdeu apenas quatro jogos durante os dez anos, sendo que neste período foram 23 vitórias consecutivas (sendo apenas uma por W.O), entre 1916 e 1919. Além disso, o América ficou 5 anos e 36 jogos invicto entre 1916 e 1921.

Em 1917, o América conquistou o Bicampeonato Mineiro, e o título foi o primeiro dos oito títulos da série invicta do clube (1917, 1918, 1919, 1920, 1922, 1923, 1925). Em 1918, conquistou o título, ano em que houve o adiamento da competição por três meses devido ao surto da “gripe espanhola”. Em 1919, os clubes desistiram da competição e o América foi campeão sem disputar seus 2 jogos finais, contra Athlético e Luzitano. Em 1920, venceu todos os 3 Campeonatos promovidos pela Liga Mineira de Futebol no ano de forma invicta. 

Em 1921, não obteve 100% de aproveitamento, pois foi derrotado para o Yale, por 3 a 1. Em 1922, pela primeira vez o Campeonato Mineiro foi decidido em uma final, entre América e Palestra Itália - Cruzeiro. Em 1923, os clubes do Estadual desistiram da competição ainda, na 2ª rodada do segundo turno. No ano seguinte, 1924, o Alviverde foi campeão com duas rodadas de antecedência, porém na última rodada entregou os pontos para o Palestra, vice-campeão. E encerrou o período do decacampeonato em 1925.

Protesto contra o profissionalismo

Na primeira metade da década de 1930 o futebol mineiro viveu momentos turbulentos. Em protesto contra a imposição do profissionalismo no futebol, o América passou a adotar o uniforme nas cores vermelhas, de forma simbólica, entre 1933 e 1943. O América chegou ameaçar abandonar o futebol, mas por fim, acatou o profissionalismo. Em 2012, ano do centenário, o clube relembrou a resistência no uniforme, em comemoração.

O “Coelho

Em 1945 o cartunista Fernando Pierucetti, o Mangabeira, cria o Coelho, que vira mascote oficial do clube, que segue até hoje.

Estádio Raimundo Sampaio

Em 1919, o América inaugurou o primeiro campo gramado de Belo Horizonte, onde hoje há o Mercado Central. Em 1929, o América comprou um terreno na Avenida Francisco Sales, no bairro de Santa Efigênia, construindo um estádio com estrutura de campo. Em 9 de setembro de 1948, o América inaugurou o Estádio Otacílio Negrão de Lima, conhecido como Alameda.

Arena Independência 

Após a disputa da Copa do Mundo de 1950, o estádio foi herdado pelo Sete de Setembro, clube sediado no bairro do Horto. Presidente do time do Sete, Raimundo Sampaio (cujo nome batiza o estádio), era torcedor americano. Com a aprovação do governador do Estado e do presidente do Sete, o América confirmou os direitos de propriedade do América sobre o estádio em reunião em 9 de julho 1988.

Título da Série B de 1997

Após disputar a Série B em 1996 e terminar na 5ª posição, no ano seguinte, ascendeu à elite do futebol brasileiro. Com nomes como Marco Antônio Boiadeiro e Tupãzinho, o América obteve seu primeiro título nacional em 7 de dezembro de 1997, com a conquista do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão.

Título da Sul-Minas

Competindo com 10 equipes campeãs nacionais e 5 equipes campeãs do Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão, como Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio e Internacional, o América-MG surpreenderia ao ser o primeiro campeão do torneio regional, passando pelo arquirrival Cruzeiro, na decisão. 

Jair Bala!

Deuses e gigantes escreveram histórias e deixaram marcas na história do América Foot-Ball Club, um deles, Jair Félix da Silva, mais conhecido como Jair Bala, é considerado o melhor jogador da história do América, atuava como meia e ponta-esquerda. No América, Jair Bala foi campeão mineiro em 1971. Na década de 1990, foi eleito o maior jogador americano de todos os tempos pelo jornal Estado de Minas.

Principais títulos do América Futebol Clube:

15 vezes Campeão Mineiro (1916, 1917, 1918, 1919, 1920, 1921, 1922, 1923, 1924, 1925, 1948,1957, 1971, 1993 e 2001)

1 vez Campeão Brasileiro da Série B (1997)

1 vez Campeão da Copa Sul Minas (2000)

1 vez Campeão da Taça Minas Gerais (2005)

1 vez Campeão do Campeonato Mineiro do Módulo II (2008)

1 vez Campeão Brasileiro da Série C (2009)

//