Cheio de novidades, Coritiba encara Maringá na estreia do segundo turno do Paranaense
Rafael Martins fará apenas seu segundo jogo no time profissional (Foto: Comunicação / Coritiba Foot Ball Club)

Terminada a primeira parte do Campeonato Paranaense, os times iniciam uma nova fase buscando uma vaga na final do estadual para enfrentar o Coritiba. É o caso do Maringá, que enfrenta a equipe Coxa Branca, neste domingo (4), às 17h, no Couto Pereira. Ao contrário do primeiro turno, os times do mesmo grupo se enfrentam. A partida terá a arbitragem de Robson Babinski.

Enquanto o Coritiba conquistou a Taça Dionísio Filho, o Maringá ficou apenas em quinto no seu grupo, passando de possível surpresa a candidato ao rebaixamento. Mesmo assim, isso não impede a equipe de sonhar com uma vaga nas semifinais do Paranaense. O que pode ter dado ânimo ao Tricolor, foi a última vitória, contra o União.

Sandro Forner decide fazer testes

Por ter vencido o primeiro turno do Campeonato Paranaense ao vencer o Rio Branco por 3 a 0, no Couto Pereira, o técnico Sandro Forner decidiu aproveitar os jogos da segunda etapa do estadual para testar jogadores que não atuaram muito. Essa estratégia visa preparar o time para as competições que vem pela frente, como Copa do Brasil e a Série B do Campeonato Brasileiro. O comandante falou sobre isso após a última partida, contra o Goiás.

"É impossível de jogarmos com esses mesmos atletas na sequência, são muitos jogos. Fizemos as contas e dos 28 dias de fevereiro, 21 passamos em viagem fora de casa. Temos jogadores voltando que nós precisamos dar ritmo. Talvez um ou outro jogue pela posição, mas vamos mexer muito. Até pelo fato de termos vencido o primeiro turno, nos dá essa tranquilidade", afirmou Forner.

Se alguns dos titulares vão figurar no banco de reservas, outros não serão nem relacionados, como Wilson, Romércio, Thiago Lopes, Iago Dias e Alecsandro. Em seus lugares, entrarão Rafael Martins, Alan Costa, Kady, Matheus Galdezani e Evandro. Além deles, César Benítez e Simião também vão figurar entre os onze iniciais. Kléber e Vitor Carvalho, machucados, continuam fora do time.

No último treino, visando o jogo, como de costume, Sandro Forner passou vídeos do adversário para que os jogadores pudessem detectar pontos fortes e fracos do Maringá. Além disso, foi realizado um trabalho tático e de posicionamento, que definiu o time que vai a campo, com: Rafael Martins; Marcos Moser, Alan Costa, Alex Alves e César Benítez; Simião, Matheus Galdezani, Ruy, Pablo e Kady; Evandro.

Confira a lista de relacionados do Coxa:

Goleiros: Arthur, Rafael Fachin e Rafael Martins;
Zagueiros: Alan Costa, Alex Alves, Thalisson Kelven;
Laterais: César Benítez, Léo Andrade, Marcos Moser,  e Vinícius Araújo;
Meio campistas: Julio Rusch, Matheus Bueno, Matheus Galdezani, Ruy, Simião e Yan Sasse;
Atacantes: Alvarenga, Evandro, Guilherme Parede, Kady e Pablo.

Recomeço para o Tricolor

Quem assistiu a estreia do Maringá no Paranaense, contra o Atlético-PR, não imaginava que o time fizesse uma campanha que proporcionou apenas o quinto lugar no seu grupo. Por isso, a diretoria decidiu contratar reforços para tentar, primeiramente, escapar do rebaixamento e depois, quem sabe, beliscar uma vaga nas semifinais do estadual. O meia João Pedro e o atacante Kareca chegaram para reforçar o time.

“Ainda não conquistamos o nosso primeiro objetivo que é a permanência na primeira divisão, temos que conseguir pelo menos uma vitória e um empate para matematicamente permanecermos. Obviamente queremos uma campanha melhor e buscar uma vaga na semifinal e quem sabe final, o que consequentemente nos daria a vaga para a Copa do Brasil e Série D de 2019”, disse Fernando Marchiori, técnico do tricolor.

Lélo e Diego Borges, que não puderam atuar por lesão, também foram inscritos pela equipe tricolor. Se repetir a escalação da partida contra o União, o tricolor irá a campo com: Ednaldo; Danilo, Alex Fraga, Egon e Luan; Carlos Antônio, Fabrício e Lucas Lima; Edmar, Paulinho Moccelin e Bruno Batata.

VAVEL Logo