Renato Chaves projeta clássico com Vasco: "Vai ser um jogo duro"
Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

O Fluminense terminou a preparação para a partida contra o Vasco, nesta quarta-feira (7), às 19h30, no Estádio Nilton Santos, pela Taça Rio. Em coletiva, Renato Chaves afirmou que todo clássico precisa de uma concentração a mais.

"Clássico é diferente, atípico. Tem de concentrar mais do que o normal. Vai ser um jogo duro, um jogo bom. A tendência é de que seja difícil. Clássico é clássico. Contra o Flamengo reserva também foi. Temos de entrar ligados.", afirmou o zagueiro.

100% na competição, a equipe vem de uma vitória por 2 a 1 em cima do Volta Redonda. O zagueiro acredita que é preciso ter mais cuidado para os adversários não gravarem as jogadas. "A gente sabe que quando alcança bons resultados chama a atenção. Então, os adversários vão estudar mais. A gente procura alternativas nos treinos, novas jogadas. Tudo para não ficar manjado. Estamos nos ajustando, nos entrosando mais", disse.

Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Quando a partida é contra os rivais cariocas, o zagueiro tem faro de gol. Dos sete gols marcados pelo Fluminense, dois foram em cima do Flamengo e um no Botafogo. O zagueiro afirmou que também quer balançar as redes vascaínas:"já fiz contra o Botafogo e o Flamengo. Contra o Vasco também, mas aí o juiz viu falta no lance. Vou tentar fazer esse gol aí. O mais importante é sair com a vitória. É o que mais queremos".

Sobre o entrosamento da equipe, Renato afirmou: "o time faz o que o Abel pede, estamos nos entendendo em campo. Os jogadores já se conheceram dentro de campo e isso é positivo. Mudou bastante em relação ao ano passado, só ver a escalação. O sistema de jogo também. São 3 zagueiros, laterais adiantados. Tenho certeza de que vamos surpreender bastante na temporada"

Contestado pela torcida em algumas partidas, Renato Chaves vem apresentando um bom rendimento e se destacando em alguns jogos, em que até recebeu elogios do técnico Abel Braga. O zagueiro avaliou seu ano: "estou me sentindo muito melhor fisicamente. Ano passado atuei muita vezes na vontade. Tinha dor por conta da placa no pé. Tanto que tive de operar para tirar. Assumi a responsabilidade. Este ano estou melhor, consigo mostrar o meu futebol".

VAVEL Logo