Paraná vence Coritiba com autoridade e mantém boa fase no Campeonato Paranaense

Tricolor teve chances para fazer um placar mais elástico, mas Wilson evitou goleada

Paraná vence Coritiba com autoridade e mantém boa fase no Campeonato Paranaense
(Foto: Geraldo Bubniack / Paraná)
Paraná
2 0
Coritiba
Paraná: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Wesley, MIN. 71), Báez (Diego Gonçalves, MIN. 58), Carlos Eduardo e Vitor Feijão; Thiago Santos (Zezinho, MIN. 81). Técnico: Rogério Micale.
Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; João Paulo, Julio Rusch e Thiago Lopes (Kady, MIN. 65); Iago (Yan, MIN. 81), Guilherme Parede (Fabricio Alvarenga, MIN. 74) e Alecsandro. Técnico: Sandro Forner.
Placar: 1-0, Thiago Santos, MIN. 50; 2-0, Diego Gonçalves, MIN. 93.
ÁRBITRO: PAULO ROBERTO ALVES JR. (PR). Cartões amarelos: Alemão, Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Diego Gonçalves (Paraná); Marcos Moser, Julio Rusch e Yan (Coritiba). Cartões vermelhos: Zezinho (Paraná).
INCIDENCIAS: Partida pela segunda rodada da Taça Caio Júnior do Campeonato Paranaense. Foi disputada nesta quarta-feira (7), na Vila Capanema.

Enquanto algumas equipes foram bem no início da temporada, outras tentam se recuperar. É o caso do Paraná, que enfrentou o rival Coritiba na Vila Capanema e venceu com autoridade por 2 a 0 nesta noite de quarta-feira (7), em confronto válido pela segunda rodada da Taça Caio Júnior do Campeonato Paranaense. O clássico de número 100 entre as duas equipes foi decidido com gols de Thiago Santos e Diego Gonçalves.

Ao contrário do que era comum no Paraná durante a Taça Dionísio Filho, o time partiu em busca do gol desde o primeiro minuto, controlando a posse de bola, enquanto o Coritiba tentava se aproveitar dos erros, mas sem sucesso. Apesar de ter chegado a pouco tempo, Carlos Eduardo é quem ditava o ritmo da partida, deixando seus companheiros na cara do gol, inclusive na oportunidade que Thiago Santos soltou a bomba e Wilson salvou.

Thiago Santos também foi o responsável por protagonizar um lance incrível perto dos minutos finais da primeira etapa. Vitor Feijão fez grande jogada pela direita, driblou o marcador e cruzou na medida para Santos cabecear firme. Incrivelmente, Wilson se esticou todo e fez um verdadeiro milagre na Vila Capanema, se tornando o grande nome do Coxa nos 45 minutos iniciais.

Tanta insistência do Paraná só deu certo no começo do segundo tempo. Carlos Eduardo, que cobra todas as bolas paradas do Tricolor bateu escanteio no primeiro pau. Leandro Vilela se antecipou ao marcador e desviou, encontrando Thiago Santos livre de marcação na pequena área. O atacante paranista só teve o trabalho de empurrar para as redes, abrindo o placar no Paratiba.

Completamente dominado, o Coritiba só conseguiu uma chance clara de gol. João Paulo bateu de muito longe e a bola explodiu na trave, enquanto Richard apenas torceu para o gol não acontecer. Zezinho ainda foi expulso, mas mesmo com dez homens, o Tricolor chegou ao gol aos 48', com Diego Gonçalves batendo na saída de Wilson, dando números finais ao jogo.

Agora em boa fase, o Paraná voltará a jogar em casa, dessa vez contra o Cascavel no próximo sábado (10), às 20h, na tentativa de alcançar a liderança do Grupo A. Já o Coritiba tem pela frente o Foz do Iguaçu, que foi líder do seu grupo na fase de grupos no primeiro turno. A partida acontecerá no domingo (11), às 17h, no Couto Pereira, fechando a terceira rodada da Taça Caio Júnior.