Em busca da liderança do grupo, Corinthians enfrenta Deportivo Lara pela Libertadores

Na quarta-feira (14), Corinthians irá enfrentar o desconhecido Deportivo Lara da Venezuela; Mais de 30 mil ingressos foram vendidos

Em busca da liderança do grupo, Corinthians enfrenta Deportivo Lara pela Libertadores
Foto: (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)
Corinthians
Deportivo Lara
Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson (4-2-4).
Deportivo Lara: Salazar; Aponte, Bolívar e Mendoza; Di Giorgi, Valderrey, Sierra, Ramírez e Soto; Falcón e Cardozo (3-5-2).
ÁRBITRO: A arbitragem será da Bolívia, no apito Raul Orosco, auxiliado por Edwar Saavedra e Reluy Vallejos.
INCIDENCIAS: Partida válida pelo Grupo 7 da Libertadores da América - 2º rodada. E será disputada na Arena Corinthians para mais de 30 mil torcedores.

Nessa quarta-feira (14), às 21h45, o Corinthians fará sua primeira partida jogando em casa na Libertadores contra o desconhecido e 'novato' Deportivo Lara da Venezuela. El Depor - como é conhecido - é líder do Grupo 7 com 3 pontos. Venceu o Independiente-ARG por 1 a 0 em casa. O Timão iniciou a competição com um empate diante o Millionarios-COL por 0 a 0. Mais de 30 mil ingressos foram vendidos para o jogo na Arena Corinthians.

Asociación Civil Deportivo Lara é um clube venezuelano da cidade de Cabudare, fundado em 2009, e faz segunda participação na maior competição sul-americana. Apesar de serem novos no futebol, o técnico Leo González, sabe que é necessário conhecer seu adversário para encontrar a melhor maneira de vencê-lo. 

Treinando no CT Joaquim Grava, ao lado do Timão, o treinador pontuou o esquema de Fábio Carille e seus pontos fortes.

"Sua verticalidade. É uma equipe que triangula muito, não tem um atacante na área, mas ataca com muita gente. Tem ótimos jogadores, jogam rápido pelos lados, possuem um lateral de Seleção, que é o Fagner. Assim como vídeos deles, eles devem ter visto nossos. Eles têm também Balbuena e Romero, os paraguaios, tem jogadores importantes. Mas vamos tratar de atacar as poucas fraquezas que eles têm e minimizar as muitas forças que eles possuem"​, comentou Leo González.

Em sua ultima partida pelo Torneio Apertura na Venezuela, na sexta-feira (09), o Deportivo Lara não saiu do zero contra o Carabobo. E chega mais descansado para a partida que o Corinthians, que jogou e venceu o Botafogo pelo Paulistão no domingo (11).

Separados por um muro no CT Joaquim Grava, os rivais que se enfrentam na quarta-feira treinaram e se prepararam para a partida. O gesto de ceder as dependências do clube pode ser analisado como nobre por parte do Corinthians, mas tem uma motivação maior: o jogo de volta na Venezuela dia 17 de maio.

O país vizinho passa por uma gravíssima crise econômica, e este ano rompeu relações com o Brasil. Fato que está dificultando o encontro de voos para a Venezuela. A logística na Libertadores é um fator de extrema importância para as equipes brasileiras devido as grandes distâncias nos deslocamentos.

Assim como o técnico adversário, Fábio Carille, comandante do Timão, estudou a equipe do Deportivo Lara para encontrar maneiras de vencer e assumir a liderança no grupo. 

"O Lara é um time de muita marcação, que aperta muito o homem da bola. Tem muito definido o lado que sai mais e o lado que sai menos. Ainda vou receber mais informações para fazermos um grande jogo"​, comentou após a vitória contra o Botafogo.

Provável escalação do Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson (4-2-4).

Provável escalação do Deportivo Lara: Salazar; Aponte, Bolívar e Mendoza; Di Giorgi, Valderrey, Sierra, Ramírez e Soto; Falcón e Cardozo (3-5-2).

A arbitragem será realizada por bolivianos: no apito Raul Orosco, auxiliado por Edwar Saavedra e Reluy Vallejos.