Atual presidente do Conselho, Perrela afirma que dívida do Cruzeiro é de mais de 400 milhões
Presidente do Conselho fez críticas à gestão de Gilvan (Foto: Divulgação)

A reunião dos sócios do Cruzeiro em 16 de abril promete não ser nada animadora para o clube. O encontro será para discutir o balanço referente ao exercício de 2017, época em que a Raposa era presidida por Gilvan de Pinho Tavares. A reunião foi convocada pelo presidente do Conselho, Zezé Perrella, e nela serão informados o resultados da auditoria externa e a atualização da dívida total do clube.

Segundo Zezé, nos seis anos de mandato de Gilvan, o débito total deu salto de aproximadamente R$ 280 milhões."Antes de eu sair, as dívidas eram de quase R$ 120 milhões e não era só da minha gestão. Era de toda a história do Cruzeiro. O Gilvan endividou o clube em mais R$ 300 milhões com a ideia de ganhar os títulos. Vamos mostrar o que fizeram com o Cruzeiro", comentou ao portal UOL.

O ex-presidente celeste afirmou ao site o valor supera os R$ 400 milhões. "As contas estão terminando de ser aprovadas pela contabilidade. Vamos nos reunir sim em 16 de abril para discutir a situação do clube, mas posso adiantar que a dívida passou dos R$ 400 milhões com a gestão anterior", disse Perrella.

Gilvan está tendo as contas analisadas por uma comissão no clube (Foto: Bruno Senna/Cruzeiro)
Gilvan está tendo as contas analisadas por uma comissão externa no clube (Foto: Bruno Senna/Cruzeiro)

O que se especula é que o total da dívida da Raposa possa chegar a R$ 500 milhões. Entretanto, o valor ainda não foi divulgado ao Conselho. Na época da saída, Gilvan de Pinho informou que deixaria o Cruzeiro com uma dívida de R$ 149 milhões.

"Só uma coisa. Isso tem levado muita gente a me questionar, me indagar, sobre a administração do Cruzeiro que está muito endividada. Falou há algum tempo em R$500 milhões, depois abaixou para R$200 milhões. Existe a dívida, ela está equacionada em R$149 milhões. Ela está equacionada. A dívida do Cruzeiro, para tranquilidade dos senhores, está equacionada. Ela vale R$600 mil reais por mês. É o que o Cruzeiro paga de toda dívida", comentou à época.

A administração de Wagner Pires de Sá, desde o início do ano, vem conseguindo um aporte financeiro em bancos para pagar os salários atrasados e também contou com a ajuda de parceiros torcedores do clube para contratar reforços.

Se há uma boa notícia é em relação aos sócios do time. O Cruzeiro tem aumentado seu número de sócios adimplentes. O número aumentou de 36 mil para mais de 50 mil, segundo o clube. O planejamento é para que chegue aos 100 mil sócios pagando corretamente até julho.

VAVEL Logo