Com Aylon de fora da final, atletas de Cruzeiro e Atlético brigam por artilharia do Campeonato Mineiro
Ricardo Oliveira e Rafinha são os artilheiros de Atlético e Cruzeiro, respectivamente (Fotos: Bruno Cantiini e Washington Alves/Light Press)

A artilharia do Campeonato Mineiro de 2018 é encabeçada pelo atacante Aylon, do América-MG, com seis gols. Eliminado com o Coelho na semifinal do torneio, o jogador pode perder a ponta dessa lista para atletas do Cruzeiro e do Atlético, que seguem na briga pelo título do Estadual.  Quem quiser roubar o posto de Aylon tem as finais da competição, marcadas para 1º e 8 de abril.

Considerando os atletas de Cruzeiro e Atlético, quem está com mais condições de ultrapassar o atleta alviverde é o meia Rafinha, da Raposa. O jogador tem cinco gols marcados na competição, apenas um a menos que Aylon. Apesar da vice-artilharia do Estadual, o jogador não marca desde o dia 17 de fevereiro, contra o Villa Nova.

Ainda no elenco da Raposa, o meia Thiago Neves marcou quatro gols no Mineiro. Para ultrapassar Aylon, a atuação de TN30 teria que ser impecável nas finais: pelo menos três gols nos dois jogos. Seguindo a artilharia do Cruzeiro no Mineiro, vêm os atacantes Raniel e Rafael Sóbis, mais distantes na caça a Aylon. 

O artilheiro do Atlético no Campeonato Mineiro é o atacante Ricardo Oliveira, com quatro gols. A missão do jogador do Galo é semelhante à de Thiago Neves, necessitando de três gols para passar Aylon. Ainda no elenco do Galo, Elias tem três tentos e vive uma situação parecida com a dupla de ataque da Raposa.

Artilharia do Cruzeiro no Mineiro

Rafinha: 5 gols
Thiago Neves: 4 gols
Rafael Sóbis e Raniel: 3 gols
Mancuello e Arrascaeta: 2 gols
Ariel Cabral, Fred, Marcelo Hermes, Rafael Marques e Robinho: 1 gol

Artilharia do Atlético no Mineiro

Ricardo Oliveira: 4 gols
Elias: 3 gols
Fábio Santos, Cazares e Róger Guedes: 2 gols
Danilo, Leonardo Silva e Luan: 1 gol

VAVEL Logo