Central e Náutico empatam
sem gols no Lacerdão e decisão fica para jogo em Recife
Central e Náutico empatam em 0 a 0 no primeiro confronto da final do Campeonato Pernambucano 2018. FOTO: Divulgação / Clube Náutico Capibaribe.

No primeiro jogo de uma final inédita no Campeonato Pernambucano, Central e Náutico deram o ponta pé inicial para o título de Campeão Estadual. Ambas equipes tiveram dificuldades em colocar a bola no chão e apresentar um bom futebol devido ao gramado do Lacerdão. O time mandante teve mais posse de bola e investiu nas jogadas aéreas. Por outro lado, Timbu se defendeu e jogou por uma bola, na tentativa de seus contra-ataques. 

1° Tempo

O Central tomava as ações do jogo, por jogar em casa, mas só chegou a área alvirrubra aos 8 minutos de jogo, quando em cobrança de falta, Júnior Lemos lançou a bola e a zaga Timbu desviava para escanteio. Aos 11 minutos, o volante Centralino Douglas Carioca arriscava de fora, sem perigo. Aos 14, o Central perigava a área do Náutico mais uma vez. Em escanteio fechado, o goleiro Bruno desviou e a bola saiu. Aos 20, júnior Lemos arrisca de fora, após disputa de bola na intermediária. Aos 25, o Náutico chegou ao ataque. Após cobrança de lateral, Ortigoza limpou o marcador puxando para a perna esquerda e de fora da área, mandou um chute colocado. Sem perigo! Em nova investida, Ortigoza recebeu na área, driblou dois defensores e lançou para Rafael Assis. A zaga Centralina se recuperou e mandou para escanteio. Aos 38, mais um lance de perigo para o Timbu. Após lançamento da zaga, Robinho recebeu em profundidade, tocou para Ortigoza, que chutou sem muita força. Toque suficiente para exigir que o goleiro França se esticasse por inteiro para desviar a bola para escanteio. Melhor oportunidade do jogo. Mesmo estando no primeiro tempo, o Árbitro da partida, Pericles Bassols teve muito trabalho. Advertiu quatro atletas. Ortigoza e Thiago Ennes pelo lado Timbu e Fernando Pires e Eduardo Gago pelos Centralinos.

 

2° Tempo

Em busca de abrir o placar e construir uma vantagem para o segundo jogo, as equipes voltaram ao gramado com mais disposição. O Náutico voltou com duas alterações. Rafael Assis ficou no banco e deu lugar a Fernandinho. A outra alteração foi a entrada de Júnior Timbó na vaga de Wallace Pernambucano. Logo no início da etapa complementar, Josa disputa bola com o adversário e leva a pior. Deixou o campo para a entrada do volante Wendel. Aos 4 minutos, Central manda bola na área, em cobrança de falta. No lance, Leandro Costa desvia e Bruno manda para escanteio. Em resposta ao ataque do Central, Júnior Timbó cobra falta lateral, direto para o gol e França tira a bola da área de soco. Na primeira alteração, o Central tirou de campo o amarelado Eduardo Gago e repôs com Paulo Fernando, aos 11 minutos do segundo tempo. Aos 13, a Patativa desceu em velocidade e de fora da área, Fernando Pires arrisca. A bola desvia em Wendel e sai em escanteio. Na cobrança, a zaga alvirrubra corta e a bola cai nos pés de Júnior Lemos. O meia Centralino chutou com força e a bola subiu demais. Boa oportunidade perdida do Central. O Náutico respondeu com Ortigoza, que soltou o pé e França fez boa defesa. No lance seguinte, Douglas Carioca, no que seria sua última participação no jogo, de fora da área, também tentou abrir o placar, mas a bola foi para longe do gol. Em seu lugar (Douglas), entrou Graxa. Aos 24 minutos, Paulo Fernando comete falta e leva cartão amarelo. Mais um na partida! Aos 25, Timbó cobra a falta na barreira. No rebote, o meia chutou longe da meta alvinegra. Aos 30, Camacho comete falta perigosa em Júnior Lemos. Na cobrança, o lateral-esquerdo Charles cobrou na barreira e a bola sobrou em escanteio. Mauro Fernandes mexeu no time pela última vez. Sacou da equipe o atacante Itacaré e mandou Lucas Silva para campo, aos 33 minutos. Aos 37, por tardar a partida, o goleiro Bruno recebe cartão amarelo. Aos 38 minutos, mais uma boa chance do Náutico. Thiago Ennes manda a bola na área e França desvia impedindo o primeiro gol da partida. Aos 42, Paulo Fernando arrisca de longe e abola saiu a direita do gol de Bruno. Bassols assinala dois minutos de acréscimos, mas antes mesmo de chegar aos 47, o Juiz encerra a partida no Lacerdão. 0 a 0!

Com o empate, as equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo (8), ás 16h, na Arena de Pernambuco. O Náutico receberá a Patativa e contará com um grande público a seu favor. Com mais de 30 mil ingressos vendidos de forma antecipada, o Timbu está a 90 minutos de levantar a Taça de Campeão Pernambucano. Por outro lado, o Central segue vivo e, com um gramado melhor, precisará buscar o resultado dentro da Arena de Pernambuco. As duas equipes seguem vivas e o campeonato segue em aberto.

VAVEL Logo