Recordar é viver: em 2013, Atlético-PR vence São Paulo e adia título do Cruzeiro
Foto: Divulgação / Atlético-PR

Nessa quarta-feira (4), Atlético-PR e São Paulo se encontram em um dos confrontos mais equilibrados da 4ª fase da Copa do Brasil, na Arena da Baixada. Mas não era assim em 2013, quando o Furacão lutava pelo título do Campeonato Brasileiro, enquanto o Tricolor Paulista tentava se livrar de vez do rebaixamento. Não teve outra. O time paranaense exerceu seu favoritismo e venceu por 3 a 0.

O jogo

Em 2013, o Atlético-PR tinha uma dupla de ataque desconhecida que fez muito barulho no Campeonato Brasileiro. Éderson, que está de volta ao Furacão, fez parceria com Marcelo Cirino. Logo aos 12 minutos de jogo, eles já mostraram todo seu entrosamento. Éderson fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Cirino, que dominou no peito e soltou a bomba, estufando as redes de Rogério Ceni, que nada pôde fazer.

Precisando da vitória para se manter vivo na disputa pelo título, a equipe rubro-negra tratou de partir para cima de todas as maneiras em busca de ampliar o placar. O experiente Paulo Baier tratou de resolver isso rapidamente ao cobrar escanteio venenoso no primeiro pau, que o zagueiro Luiz Alberto fez questão de complementar para o fundo do barbante.

Antes de acabar o primeiro tempo, o Furacão ainda teve chance de fazer mais um, com Éderson, que ficou indeciso em um contra-ataque e acabou desperdiçando. Foi só em uma primeira etapa em que o time da casa não tomou conhecimento dos visitantes, impondo seu ritmo de jogo, bastante comum em toda a competição.

Com a chegada do segundo tempo, o Atlético-PR só aumentou o ritmo, sem dar qualquer tipo de chance de reação ao Tricolor, que sucumbiu ao faro de gol do artilheiro do campeonato. Marcelo recebeu boa enfiada de bola e deixou Éderson livre, sem goleiro, para só empurrar para as redes. Ficou a impressão ao fim da partida que, se não fosse Rogério Ceni, o placar seria muito maior. Bom para o Furacão, que adiou o título do Cruzeiro e praticamente garantiu sua vaga na Libertadores.

VAVEL Logo