Precisando golear para
avançar na Copa do Brasil, Náutico recebe  Ponte Preta na Arena de Pernambuco

Precisando golear para avançar na Copa do Brasil, Náutico recebe  Ponte Preta na Arena de Pernambuco

Os Alvirrubros têm a difícil missão de reverter uma vantagem de três gols construída pela Ponte na última quarta-feira (11)

claracastrob
Clara Castro
NáuticoBruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho (Breno Calixto) e Kevin (Tiago Costa); Negretti, Wendel e Júnior Timbó (Hygor); Robinho, Rafael Assis e Wallace PE (Tharcysio). Técnico: Roberto Fernandes
Ponte PretaIvan; Emerson, Renan Fonseca, Reynaldo e Maciel; Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro (Murilo Henrique); Felipe Saraiva (Aaron), Júnior Santos (Felippe Cardoso) e Orinho. Técnico: Doriva
ÁRBITROAlisson Sidnei Furtado (TO), auxiliado por Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
INCIDENCIASPartida válida pela quarta fase da Copa do Brasil 2018, a ser disputada na Arena de Pernambuco, às 21h45

Passada a euforia do título estadual, o Náutico busca se reencontrar nas demais competições que participa. Além da eliminação na Copa do Nordeste, um empate em casa no clássico das emoções marcou a estréia do Timbu no Brasileirão 2018.

Na Copa do Brasil, o Timbu amargou uma derrota pelo placar de 3x0 construído ainda no primeiro tempo de partida. Em casa, a responsabilidade de reverter esses números será premiada com R$ 2,4 milhões.

Os alvirrubros precisam de três gols de vantagem para levar a partida para os pênaltis e pelo menos quatro gols de diferença para avançar direto no campeonato. Até o momento, o Timbu conseguiu avançar em todos os mata-mata que participou no ano.

Com a difícil missão pela frente, os pernambucanos também sofreram uma baixa importantíssima de última hora. O atacante Ortigoza, um dos destaques do Timbu no ano, já havia desfalcado na partida de ida (cumprindo suspensão) e, para a volta, precisou viajar para o Paraguai para resolver problemas pessoais.

Mas o técnico Roberto Fernandes também terá algumas novidades que podem fazer a estréia na partida, como o lateral-esquerdo Tiago Costa e o volante Jhonnatan, além do zagueiro Breno Calixto, que finalizou o período de transição.

Ponte Preta com vantagem e cautela

No lado da Ponte, a conquista do Troféu do Interior de São Paulo, e uma derrota para o Paysandu no Moisés Lucarelli na estréia pela Série B do Campeonato Brasileiro se assemelham aos momentos de oscilação sofridos pelo Náutico recentemente.

A equipe do técnico Doriva chega em Recife com a classificação às quartas de finais da Copa do Brasil encaminhada, mas sabendo que o Náutico irá mais aberto, buscando o placar, uma postura totalmente oposta à adotada no jogo de ida.

A novidade no lado da Macaca fica por conta de Tiago Real, o meia que volta a aparecer como opção após 50 dias afastado por lesão. Tiago, que jogou no Náutico em 2012 e 2013, admite que é preciso cautela para não deixar o placar ser revertido.

VAVEL Logo

    Náutico Notícias

    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses
    há 6 meses