Em partida polêmica, Atlético-MG vence Corinthians no Independência
Foto: Divulgação/Atlético Mineiro

Em partida polêmica, Atlético-MG vence Corinthians no Independência

Roger Guedes teve um gol anulado pelo auxiliar de linha de fundo no primeiro tempo; já no final da partida, o atacante voltou às redes e garantiu a vitória mineira; Tite estava presente no estádio

sandro
Sandro Vieira
Atlético-MG VICTOR; PATRIC, BREMER, GABRIEL E FÁBIO SANTOS; ADILSON, GUSTAVO BLANCO E LUAN; ROGER GUEDES, RICARDO OLIVEIRA E OTERO. TÉCNICO: THIAGO LARGHI.
CorinthiansCÁSSIO; FAGNER, BALBUENA, HENRIQUE E SIDCLEY; GABRIEL E MAYCON; ROMERO, MATEUS VITAL, RODRIGUINHO E CLAYSON. TÉCNICO: FÁBIO CARILLE.

Neste domingo (29), o Atlético Mineiro recebeu o Corinthians e venceu por 1 a 0 em partida válida pela 3º rodada do Brasileirão. Roger Guedes precisou marcar duas vezes para tirar o zero do placar. No primeiro tempo teve seu gol anulado pelo auxiliar de linha de fundo, por conta de um toque de mão de Ricardo Oliveira. Já no final da partida, de cabeça, anotou o gol da vitória e de quebra derrubou a invencibilidade do rival. A partida foi acompanha in loco pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite

Durante a semana que antecedeu a partida, o treinador do Galo, Thiago Larghi, fechou os treinos para tentar surpreender o Timão. E deu certo. O time mineiro foi extremamente superior a  equipe de Fabio Carille e mereceu a vitória.

No primeiro tempo, o Corinthians não conseguiu propor seu jogo e parou na forte e dobrada marcação atleticana. Fagner, cotado a ir à Copa do Mundo, machucou logo no inicio da partida e deu lugar a Mantuan. O Galo, por sua vez, com mais posse de bola e velocidade pelas pontas, principalmente, com Roger Guedes pela direita e Otero na esquerda levava perigo ao gol de Cássio

Aos 38 minutos, o lance que gerou a revolta da torcida atleticana e dos atletas: gol anulado de Roger Guedes. Após escanteio batido por Otero, a bola acabou batendo na mão de Ricardo Oliveira, tocando na trave e voltando nos pés de Guedes que emendou pro gol. No ato, todos os jogadores do Timão foram pra cima do árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva. Após um minuto, Dewson consultou o auxiliar e invalidou o gol. 

O segundo tempo não foi diferente e continuou com amplo domínio do time da casa. Carille tentou melhorar a equipe colocando Sheik no lugar de Clayson, mas não surtiu efeito. O Corinthians teve apenas uma finalização de Rodriguinho para fora e uma chance com Mateus Vital, mas nada que assustasse Victor.

O Galo continuou pressionando até os 40 minutos, quando o tão esperado grito de gol foi liberado pelos mais de 19 mil torcedores presentes no Independência. Após jogada pela direita, Patrick, cruzou e Roger Guedes trombando em Mantuan empurrou de cabeça pro fundo da rede. Desta vez foram os corintianos que reclamaram de falta do atacante no lateral. 

Com a vitória, o Galo encosta na liderança com 6 pontos. O Timão estaciona na segunda posição com os mesmos 6 pontos, mas fica à frente do time mineiro pelo número de gols marcados. As equipes voltam à campo, pelo Brasileirão, no próximo final de semana. O Galo vai até São Paulo para enfrentar o Tricolor Paulista no sábado (05), às 19h. Já o Corinthians recebe o Ceará na Arena em Itaquera no domingo (06) em partida disputada às 11h. 

VAVEL Logo

Atlético MG Notícias

há 3 dias
há 2 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 8 dias
há 12 dias
há 14 dias
há 15 dias
há 15 dias
há 16 dias
há 17 dias