Cruzeiro vence Botafogo no Mineirão e deixa zona de rebaixamento
(Foto: Vinnícius Silva/Cruzeiro)

Cruzeiro vence Botafogo no Mineirão e deixa zona de rebaixamento

Dedé é decisivo e marca primeiro gol do Cruzeiro no Brasileiro 2018; Botafogo perde invencibilidade no Campeonato

ariannalacerda
Arianna Lacerda
CruzeiroFabio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha (Bruno Silva, min. 79), Thiago Neves (Robinho, min. 75) e Arrascaeta; Sassá (Raniel, min. 63).
BotafogoJefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso (Kieza, min. 76), Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando, min. 46), Renatinho e Léo Valencia (João Pedro, min. 66); Brenner
Placar1-0, min. 71, Dedé.
ÁRBITROLeandro Bizzio Marinho (SP). Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso (min. 10), Gilson (min. 51), Luiz Fernando (min. 55), Henrique (min. 91), Matheus Fernandes (min. 92).
INCIDENCIASPartida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, entre Cruzeiro e Botafogo, no Estádio Mineirão.

Pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro recebeu no Estádio Mineirão o Botafogo e venceu por 1 a 0 com gol de Dedé após cobrança de escanteio de Arrascaeta

A partida iniciou logo com o Cruzeiro criando chances, e a primeira foi quando Lucas Romero apareceu dentro da área e recebeu bola cruzada de Rafinha mas Jefferson fez defesa tranquila sem perigo para o Alvinegro. Lucas Romero tentou sair jogando, Brenner impediu e tentou contra ataque, mas chutou mal na bola. 

Primeiro gol do Botafogo quase saiu aos 19 minutos, quando Leo Valencia bateu falta e bola raspou no travessão de Fábio. Jogo continuou morno pelos dois lados, concentração da bola ficou no meio campo. Aos 29 minutos, Thiago Neves quase marcou para o Cruzeiro, quando chegou perto da área e soltou uma bomba, mas Jefferson fez defesa incrível salvando o time carioca. 

Cruzeiro teve muitas dificuldades no quesito velocidade, já que não conseguia impor isso principalmente pelo lado direito, com dificuldade para criar lances perigosos. No lado do Botafogo, foi desperdiçados muitos contra-ataques. 

A segunda e última etapa iniciou bastante tranquila, existindo chances só aos 13 minutos quando Gilson fez boa jogada e bola sobrou no Brenner, que cabeceou no gol e no rebote de Fábio, chutou para fora. Na resposta, Arrascaeta ficou com sobra de bola no ataque e mandou chute forte no gol, mas também foi pra fora. Logo depois o jogo permaneceu bom para o Cruzeiro, que continuou tentando criar até conseguir marcar. Botafogo se recuou um pouco, jogando por um contra ataque. 

Aos 26 minutos Dedé abriu o placar e marcou o único gol do jogo, quando Arrascaeta cobrou escanteio e o camisa 26 subiu e cabeceou direto no gol. Pelo lado do Botafogo, o gol foi o 13º sofrido por eles de bola aérea, sendo 50% dos gols que sofreram. Valentim na metade do segundo tempo foi para o tudo ou nada ao colocar Kieza no lugar de Rodrigo Lindoso, mas não deu certo. Cruzeiro seguiu trabalhando a bola no meio de campo com muitos toques, chegando na lá na frente e não sendo preciso na finalização. 

No final da partida, Valentim se desentendeu com o preparador de goleiros do Cruzeiro, causando uma grande confusão no caminho para o vestiário. O motivo ao certo não se sabe, mas eles começaram a discutir ainda dentro de campo. Foi necessário que jogadores separassem a briga. 

A próxima partida do Cruzeiro é contra o Sport, no domingo (13), às 11h, pelo Campeonato Brasileiro; Botafogo enfrenta o Audax Italiano nesta quarta-feira (09), às 21h45, pela Copa Sul-Americana

VAVEL Logo

Cruzeiro Esporte Clube Notícias

há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 12 dias