Copa América trava desejo do Flamengo para retirada de cadeiras do Maracanã
Foto:(Reprodução/Flamengo)

O desejo de Flamengo e Consórcio Maracanã de retirarem as cadeiras nos setores atrás do gol e aumentarem a capacidade do estádio carioca foi travado. Por conta da disputa da Copa América no ano que vem, as partes teriam de retornar à forma original e reinstalar as cadeiras removidas, trabalho considerado inviável.

Após a concretização do novo acordo entre o Rubro-Negro e Maracanã S/A, o clube demonstrou a ideia de fazer a retirada das cadeiras dos setores e o projeto foi acatado pela concessionária.

Em conta, o estádio teria um ganho de 22 mil pessoas em sua capacidade. O estudo tem base no espaço das cadeiras que poderia ser ocupado por torcedores. Os dados são: no vazio de dois assentos, cabem três torcedores, resultando num ganho de 11 mil pessoas em cada setor (Norte e Sul).

Sendo assim, o Maracanã chegaria à capacidade de cerca de 100 mil pessoas, que hoje gira em torno de 78 mil. No entanto, o plano terá de ser arquivado até julho de 2019, quando se encerra a competição continental.

Por enquanto, o Flamengo passa suas atenções para a volta da equipe à temporada regular, tendo seu retorno nesta quarta-feira (18), contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Líder do torneio, o clube carioca recebe o terceiro colocado da competição, no Maracanã, às 21h45

VAVEL Logo