Após derrota para o América-MG, Chulapa blinda Yuri Alberto, mas afirma: "Falta um centro avante"
(Foto: Fábio Lázaro/Vavel Brasil)

Após derrota para o América-MG, Chulapa blinda Yuri Alberto, mas afirma: "Falta um centro avante"

Chamado de burro por torcedores, técnico interino do Peixe afirma não ligar para críticas e não entende a perda da força da Vila Belmiro

flazaro14
Fábio Lázaro

Neste domingo (29) o Santos chegou a sua quarta partida consecutiva sem vitórias ao ser derrotado em casa por 1 a 0 diante do América-MG, num jogo de seis pontos em busca da fuga da zona do rebaixamento. Após a partida, em entrevista coletiva, o técnico Serginho Chulapa foi questionado pelas substituições feitas durante o jogo, principalmente a entrada do centro avante Yuri Alberto, garoto de 17 anos que desperdiçou a oportunidade mais clara da partida. Chulapa, que quando jogador foi uma referência na posição de Yuri, minimizou as criticas ao "Menino da Vila".

"É um moleque de 17 anos, acompanho desde pequeno. Teve uma grande chance, mas ele tem personalidade, estou com ele no dia a dia. Isso faz parte, mas ele podia fazer o gol, né?", disse Serginho. 

Mesmo assim, o treinador interino afirmou que o Santos precisa ir ao mercado para buscar um jogador da posição. 

"Falta, sem a menor dúvida (um centro avante). Para disputar Copa do Brasil e Libertadores, tem que ter o 9 e reforços", disse o interino. 

Chamado de burro por parte da torcida, após ter promovido a entrada de Jean Mota no lugar de Diego Pituca, Chulapa disse não se incomodar com as críticas: 

"Eu não ligo, nunca fui burro. Pituca estava um pouco esgotado e Jean Mota entrou bem. Não ligo, isso faz parte do folclore do futebol. Não se pode satisfazer a todos. Fiz a substituição com a maior certeza", afirmou Chulapa. 

Foi o segundo jogo consecutivo disputado pelo Santos na Vila Belmiro e de seis pontos o time só conquistou um. Serginho afirmou não entender o motivo no qual a casa do Peixe tenha perdido tanta força nos últimos anos. 

"Santos, mesmo na pior situação, sempre era difícil perder aqui. Joguei oito anos e se perdi três é muito. Temos que voltar a aproveitar a Vila Belmiro. Vila tem que voltar a ser nosso alçapão e temos que começar a ganhar. Os caras têm que vir com receio e temos que ganhar para as coisas caminharem normalmente", disse Serginho Chulapa em entrevista coletiva. 

Enquanto o Peixe não acerta com o seu novo técnico, Serginho segue à frente da equipe. Ele será o responsável por comandar o treinamento nesta segunda-feira (30), na reapresentação do elenco. 

VAVEL Logo