Sérgio Díaz destaca sua versatilidade em apresentação no Corinthians
Jogador chega por empréstimo até o final de 2019 (Foto: Daniel Augusto Jr./Corinthians)

Sérgio Díaz destaca sua versatilidade em apresentação no Corinthians

Atacante ainda se mostrou ansioso para se recuperar da lesão no joelho e poder atuar na Arena Corinthians, onde já enfrentou a equipe quando atuava pelo Cerro Porteño, na Libertadores de 2016

Caiaoo_
Caio Pavoski

Mesmo confirmado há quase duas semanas, o atacante paraguaio Sergio Díaz foi apresentado oficialmente no Corinthians somente nesta sexta-feira (10). Em coletiva de imprensa, o atacante conversou com os jornalistas presentes no CT Joaquim Grava.

+ Em meio à saídas, Corinthians se mexe no mercado e anuncia Sérgio Díaz até o final de 2019

Díaz, que chegou ao Timão em processo de recuperação no joelho, falou sobre o motivo em ter optado ao assinar com o Corinthians, visto que tinha a chance de permanecer na Europa. O jogador, estava no Real Madrid Castilla, equipe B dos merengues que disputa a segunda divisão espanhola.

"Me sinto bem. No princípio estava decidido a ficar no Real Madrid até me recuperar. Mas sabia que se não viesse a tempo não poderia jogar a Libertadores, então decidi vir para o Corinthians para estar inscrito. Aqui, desde que cheguei, as pessoas da fisioterapia me trataram muito bem. Hoje me sinto bem para, em pouco tempo, jogar as partidas pelo Corinthians. Já me sinto forte, fisicamente estou quase pronto para os jogos que teremos, intensos, fortes... Isso me ajudará para que eu chegue em forma", revelou.

No últimos dias, o atacante não foi relacionado junto da equipe por conta do processo de recuperação física, e claro, da lesão. Contudo, o atleta já está inscrito no Boletim Informativo Diário da CBF (BID).

Em 2016, quando o paraguaio estava no Cerro Porteño, Díaz enfrentou o Corinthians pela fase de grupos da Libertadores e falou sobre a sensação de jogar na Arena Corinthians.

"Perdemos de 2 a 0, mas o que mais me impressionou, falei com amigos e família na volta ao Paraguai, é que quando estávamos aquecendo para a partida já havia muita torcida apoiando o Corinthians, em momento algum houve silêncio no estádio. Isso me impressionou, desde cedo a torcida estava apoiando o time. Isso é importante para os jogadores, motiva. Gostei muito de jogar na Arena. Não conseguimos um bom resultado, mas levamos essa experiência de jogar num lindo estádio contra uma grande torcida", lembrou.

Ao final, Díaz foi perguntado sobre quais são suas características dentro de campo. Sua vinda por empréstimo, se dá justamente para suprir a ausência do meio-campista Rodriguinho, que foi vendido ao Pyramids, do Egito. No entanto, mesmo sendo atacante, o paraguaio é versátil na frente, como mencionou na entrevista.

"Me considero mais como um atacante, que gosta de fazer gols e dar assistências. Também volto para marcar, ajudo a equipe em todos os sentidos, não apenas quando tenho a bola, mas também para defender bem e manter o zero no nosso placar. Mas gosto de encarar, ir para cima, ser um pouco individualista com a bola, fazer coisas diferentes... Me considero um jogador que gosta de fazer coisas diferentes para ajudar a equipe. Gosto de atuar como meia. É onde melhor me sinto, mas também posso jogar pelos lados, pela ponta esquerda e direita. Sem problema algum posso ajudar o técnico e o grupo", finalizou.

O paraguaio ainda não tem data para estrear, mas está em processo final de condicionamento físico e na lesão do joelho e pode estar em breve na lista de Osmar Loss para os jogos do Campeonato Brasileiro. Na Libertadores, o atacante não foi inscrito, já que não tinha previsão de retorno e o prazo para a inscrição era até a última sexta-feira (3).

VAVEL Logo

Sport Club Corinthians Paulista Notícias

há 18 dias
há 19 dias
há 21 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 22 dias
há 24 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês