Com um gol em cada tempo, Botafogo vence Nacional-PAR e vai às oitavas da Sul-Americana
(Foto: Vítor Silva/SS Press/Botafogo)

Com um gol em cada tempo, Botafogo vence Nacional-PAR e vai às oitavas da Sul-Americana

Torcida deu conta do recado com show na arquibancada; mosaico alvinegro foi pedindo bi-campeonato

ariannalacerda
Arianna Lacerda
BotafogoSaulo; Marcinho, Igor Rabello, Joel Carli e Moisés; Rodrigo Lindoso e Matheus Fernandes; Leonardo Valencia, Renatinho (Pimpão, min. 62) e Luiz Fernando (Gilson, min. 82); Aguirre (Brenner, min. 68).
Nacional-PARRojas; Franco (Cardozo, min. 77), Velazquez, Paniagua e Montiel; Clarke, Mino, Argüello (Vieyra, min. 56) e Alegre (Baez, min. 45); Bareiro e Santacruz.
Placar1-0, min. 38, Rodrigo Lindoso. 2-0, min. 89, Leonardo Valencia.
ÁRBITROPatricio Lostau (ARG). Cartões amarelos: Montiel e Paniagua (NAC); Rodrigo Lindoso e Leonardo Valencia (BOT)
INCIDENCIASPartida válida pela Copa Sul-Americana, disputada no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Classificados! Essa palavra define a noite para o Botafogo, que enfrentou o Nacional-PAR no jogo da volta pela Copa Sul-Americana e venceu por 2 a 0 com gols de Lindoso e Léo Valencia, diretamente do Nilton Santos, palco onde a torcida alvinegra deu um show na arquibancada. 

O primeiro tempo da equipe alvinegra foi bem equilibrado. Quando o Nacional armava contra-ataque, a defesa botafoguense conseguia travar muito bem as bolas e parava totalmente as jogadas. A primeira grande oportunidade surgiu muito tempo depois, especificamente aos 19 minutos, já que o jogo estava bem trancado. Foi quando Valencia colocou a bola na área, Igor Rabello disputou no alto e a bola sobrou limpa para Lindoso no segundo pau, na qual o volante abriu o placar mas o juiz mandou parar e anulou o gol. 

Mesmo com toda dificuldade, Moisés insistia nas jogadas. Em uma situação aos 30 minutos, ele pegou sobra após confusão na área e soltou uma bomba, que passou perto do gol. Não demorou muito para abrir o placar, já que o Nacional estava totalmente recuado e sem oportunidade de contra-ataque. Além disso, Alegre tentou chegar na frente com Santacruz mas Lindoso foi fundamental nas interceptações. Aos 38 minutos, o próprio Rodrigo Lindoso abriu o placar após cabecear bola no gol com escanteio de Léo Valencia. 

O segundo tempo começou extremamente favorável para o time carioca mais uma vez, que teve oportunidade no primeiro minuto com Valencia colocando na área, Carli subindo mais que todo mundo, cabeceando firme e Rojas fazendo grande defesa. A resposta imediata foi com bola trabalhada no meio de campo e Baez recebendo na direita, tentando cruzar mas se enrolando todo com a bola e perdendo grande chance. Botafogo teve em seguida duas oportunidades na qual lançou a bola diretamente na trave, uma com Aguirre e outra com Léo Valencia. 

Vieyra teve grande oportunidade depois que carregou a bola pela esquerda, passando para Santacruz e correndo pelo meio. O jogador abriu para a direita e deu o passe para dentro, de volta para Vieyra, que furou. A bola saiu rente à trave de Saulo. Mas logo no final, Léo Valencia abriu mais ainda a vantagem marcando um golaço, com chute no ângulo depois de ajeitar o corpo e chutar. 

A próxima partida do Botafogo é no próximo domingo (19) contra o Atlético-MG, às 16h, pelo Campeonato Brasileiro no Nilton Santos. 

VAVEL Logo