Guilherme volta a atuar pelo Atlético-PR e é vaiado pela torcida
Foto: Miguel Locatelli/Atlético-PR

Guilherme volta a atuar pelo Atlético-PR e é vaiado pela torcida

Meia entrou no segundo tempo na vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O meia Guilherme voltou a atuar com a camisa do Furacão depois de ser barrado pelo técnico Tiago Nunes. O jogador entrou no lugar de  Raphael Veiga, que foi o nome da partida, mas não teve uma recepção positiva da torcida atleticana, sendo vaiado quando seu nome apareceu no telão para substituição aos 35 minutos da segunda etapa.

Ele foi alvo de criticas dos torcedores e também do técnico rubro-negro, que optou por não relacionar o jogador para o jogo fora de casa contra o Atlético-MG. Sem muito tempo para jogar, Guilherme teve atuação apagada, dando apenas duas assistências sem muito perigo e finalizando uma vez, mas bloqueado pela defesa.

+ Confira as ofertas de nosso parceiro FutFanatics

Quando Fernando Diniz ainda estava no comando da equipe, Guilherme era titular absoluto e construiu sua artilharia, que ainda permanece como a segunda maior do elenco, com seis gols e três assistências. A última partida do meia como titular foi contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, na derrota por dois a um, marcando o gol de pênalti. Segundo Tiago Nunes, a boa fase de Veiga deve influenciar positivamente Guilherme, que vai precisar correr atrás se quiser sua vaga de novo.

"Se você pegar o Pablo, o Veiga e o Marcinho, são jogadores que estão o tempo todo e em todos os jogos. O Veiga entrou com um nível cansaço muito alto, então temos que cuidar muito bem deles. O Pablo é artilheiro, o Veiga tem tido papel determinante na forma que a gente joga e o Marcinho também. Então temos que ter um bom grupo e, junto com o departamento médico e a comissão, escolher os melhores", disse Tiago.

VAVEL Logo