Vasco busca novos meios de conseguir empréstimos e quitar suas dívidas
Divulgação/ Vasco

Vasco busca novos meios de conseguir empréstimos e quitar suas dívidas

Clube procura recursos para pagar salários de funcionários e de  jogadores, que estão atrasados desde setembro

agnesrigas
Agnes Rigas

A situação em que o Vasco se encontra financeiramente está bastante crítica. A recente decisão da juíza Gloria Heloiza de anular a eleição feita ano passado também anula todos os planos de empréstimos pensados pela diretoria do clube.

Com a rescisão do mandato confirmada, o clube cruz-maltino perdeu o direito de pegar o empréstimo de R$ 31 milhões pelos direitos televisivos dos seus jogos que já havia sido aprovada pelo Conselho Deliberativo. Com esperanças de conseguir o dinheiro, mesmo sendo difícil, o conselheiro Julio Brant ofereceu ajuda ao presidente Alexandre Campello caso a situação não fosse revertida. 

+ Confira ofertas de nosso parceiro FutFanatics

Na sexta feira (28), acontecia uma reunião com os conselheiros do clube e foi dada a notícia, duas horas antes de se reunirem, que o Vasco não poderia contar mais com a ajuda desse dinheiro para acertar suas contas. Com a aprovação no dia 21 de setembro, o diretores esperavam assinar os detalhes finais para começar a receber a quantia nesta segunda feira (1).

"Estávamos conversando, negociando esse empréstimo que seria concretizado na segunda-feira com o dinheiro saindo até sexta, com o clube podendo manter seu cronograma de pagamento, sua responsabilidade com pagamento de salários e acordos", declarou Alexandre Campello após a reunião na sexta feira (28).

Recebendo este empréstimo, o Gigante da Colina tinha planos de quitar salários atrasados, desde setembro, dos jogadores e de seus empregados que recebem uma quantia maior de 4 mil reais por mês. Neste momento, o clube volta a não ter recursos e procura urgentemente por soluções.

"Vamos tentar reverter de alguma forma. A liminar (da Justiça, que anula a eleição) atrapalha demais. Mesmo com ela, temos pensado em como agir para não parar a vida financeira do clube. Temos outras ofertas de crédito, mas a mais eficaz e imediata de recursos era o empréstimo", disse Adriano Mendes, vice-presidente de controladoria do clube.

VAVEL Logo

Club de Regatas Vasco da Gama Notícias