Castan analisa vaias para Valentim: "Ele é o responsável por permanecermos na Série A"
Foto: Rafael Ribeiro/ Vasco

 Castan analisa vaias para Valentim: "Ele é o responsável por permanecermos na Série A"

Jogador ainda abordou outros temas como a queda da invencibilidade e como os jogadores reservas levam uma certa pressão para manter o nível nas partidas

agnesrigas
Agnes Rigas

Poupado na derrota do Vasco contra a Cabofriense no último final de semana, no jogo disputado pelo Campeonato Carioca, Leandro Castan foi o jogador do Gingante da Colina escolhido para conceder a coletiva de imprensa após as atividades do clube na parte da tarde.

Um dos assuntos principais que foram colocados em pauta, foram as vaias sofridos pelo técnico Alberto Valentim no último jogo que fez o Vasco perder a sua invencibilidade no ano de 2019. Castan não mediu palavras para defender o treinador dizendo que o clube deve agradecer a permanência na séria A a ele. 

"Um cara que mudou muita coisa aqui dentro e quem está no dia a dia sabe disso. Um dos responsáveis por permanecemos na Série A e quem entende de futebol sabe que ele está fazendo um grande trabalho. Não estamos aqui para culpar ou defender alguém. Torcedor tem lotados os estádios, feito festa ... Então nós temos uma sintonia muito boa e nada vai atrapalhar a gente", disse.

Quando questionado sobre a queda da invencibilidade do Vasco, o camisa 25 deixou claro que o elenco não pode se abater com essa derrota, e que os objetivos dos jogadores estão totalmente voltados para a conquista do Campeonato Carioca, e que mesmo com a derrota no final de semana, ensinamentos podem ser retirados de erros cometidos durante as partidas.

"Estamos com o pé no chão, mesmo depois da Taça Guanabara sempre tivemos em mente que o nosso principal objetivo é conquistar o Carioca. Sabemos dos nossos problemas, sabemos o que temos que corrigir, mas espero também que essa derrota possa nos ensinar alguma coisa pois devemos sempre estar procurando melhorar", declarou Castan.

Quando perguntando sobre uma possível pressão aos jogadores reservas para manter a invencibilidade do time, o defensor foi direto em dizer que quando um atleta atua em um clube do nível do Vasco, precisa estar preparado para qualquer tipo de situação, tendo uma possível pressão ou não.

"Quando você joga em um clube como o Vasco da Gama você precisa estar preparado para jogar a qualquer momento. Eu acredito nos meus companheiros e eles tem a confiança de todos. O nosso objetivo não é ser invicto o ano inteiro e sim ser campeão. Eu acho que estamos no caminho certo, claro que sempre terão coisas a melhorar mas estamos no caminho certo", finalizou.

VAVEL Logo