Em casa cheia, Atlético-MG tem desafio complicado contra Santos em busca de reabilitação
Foto: Bruno Cantini / Atlético

Confronto alvinegro. Esse é o resumo do duelo entre Atlético-MG e Santos na Arena Independência, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (20), às 16h, os mineiros apostam no fator casa para encerrar sequência negativa de cinco jogos sem vencer no campeonato. Do lado visitante, o foco paulista é vencer e ultrapassar o segundo colocado, o Palmeiras. 

No jogo do primeiro turno, o Peixe venceu em casa por 3 a 1, com gols de Eduardo Sasha, Sousa e Carlos Sanchez; na ocasião, a equipe paulista assumiu a vice-liderança da competição.

Este será o terceiro encontro das equipes alvinegras na temporada. Além de se enfrentarem no Brasileirão, no primeiro turno, Atlético-MG e Santos estiveram em campo pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, no Horto, os times empataram em 0 a 0, a partida foi disputada em maio. No jogo de volta, no Pacaembu, o Galo venceu o Peixe por 2 a 1, e se classificou para as quartas de final.

O dono do apito é Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jean Marcio dos Santos (RN). A arbitragem de vídeo será comandada por Heber Roberto Lopes (SC).  

Despencando na tabela, Atlético-MG busca recuperação no Horto

Diante da equipe santista, o Galo tenta colocar fim ao jejum de cinco jogos sem vencer. Nos últimos 12 jogos disputados, o Atlético-MG perdeu nove, venceu um e empatou outros dois. O time está na 12ª posição, com 32 pontos. Em queda livre no campeonato, em seus domínios a situação também não é das melhores: sétimo pior mandante do campeonato, com aproveitamento de 51,28% em casa.

Será a estreia de Vagner Mancini no comando do Atlético em casa. Com mistério e sem a presença da imprensa, o técnico comandou o último treino do Galo. Mancini conta com quatro reforços: a volta do meia Otero, que defendeu a Seleção Venezuelana, e os meias Nathan e Cazares e o atacante Geuvânio que voltam de suspensão. Vinicius Góes é desfalque, já que foi expulso no empate por 2 a 2 com o CSA. 

Provável escalação do Atlético: Cleiton; Guga, Leonardo Silva (Réver), Igor Rabello e Fábio Santos; Réver (Nathan), Elias, Luan, Cazares e Marquinhos (Otero); Di Santo. Técnico: Vagner Mancini. 

Peixe de olho na vice-liderança

Na terceira colocação no campeonato, o Peixe está com 51 pontos, apenas dois atrás do Palmeiras. A equipe de Jorge Sampaoli vem de vitória por 2 a 1 sobre o Ceará e tenta ampliar a sequência invicta de seis jogos. Para isso, conta com o bom desempenho fora de casa, já que é o segundo melhor visitante da competição, com aproveitamento de 53,85%.

Devido à maratona de jogos e o curto espaço de tempo para preparação, a preocupação do Santos é o desgaste físico do elenco. A portões fechados, Jorge Sampaoli definiu a equipe, que pode ter mudanças. Para o jogo deste domingo, Sampaoli terá os retornos de Marinho e Uribe, que cumpriram suspensão na vitória contra o Ceará na última quinta-feira (17).

Provável escalação do Santos: Everson; Victor Ferraz (Pará), Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge (Luan Peres); Diego Pituca, Carlos Sánchez e Evandro; Tailson, Eduardo Sasha e Soteldo.

VAVEL Logo