Treinador do Al-Hilal, Lucescu diz que time mudou desde saída de Jesus: "Totalmente diferente"
Foto: Reprodução / Al-Hilal

Um dia antes da semifinal do Mundial de Clubes contra o Flamengo, o treinador romeno Razvan Lucescu e o meio-campista brasileiro Carlos Eduardo do Al-Hilal concederam entrevista coletiva em Doha, no Catar. Após eliminar o Espérance Tunis no play-off anterior, o técnico do campeão asiático preferiu adotar o discurso de levantar o próprio patamar.

Lucescu também exaltou a capacidade do próprio elenco e vontade de ter bons resultados neste Mundial. Além disso, falou sobre o legado que Jorge Jesus deixou no Al-Hilal, clube que o português treinou por sete meses: de junho/2018 a janeiro/2019.

"Temos uma grande ambição como equipe e como torcida, e é por isso que somos os campeões da Ásia. O Jesus pode até ter uma vantagem por ter escolhido a contratação de alguns jogadores, mas o estilo de jogo é totalmente diferente. Não acredito que isso vá influenciar muito. Falam muito sobre Jesus ter passado aqui ou não, mas isso não importa. É um jogo de 11 de cada lado e será decidido dentro de campo, de acordo com as decisões que tivermos em campo."

Jesus na época do Al-Hilal (Foto: Reprodução / Al-Hilal)
Jesus na época do Al-Hilal (Foto: Reprodução / Al-Hilal)

LEIA MAIS: Adversário do Flamengo na semifinal, Al-Hilal é marcado por individualidades

Sendo o terceiro treinador desde a saída de Jesus, Lucescu disse que não sente frustrado ao ter o nome do português bastante ligado ao Al-Hilal.

"Não fico frustrado (perguntas sobre Jorge Jesus). As pessoas gostam disso. Sou muito feliz por tudo que conquistei e o jogo será bem diferente, são times diferentes e estamos motivados. Flamengo é forte, representa a América do Sul. Só espero que meu time chegue à final."

Flamengo e Al-Hilal se enfrentam a partir das 14h30 (de Brasília) na próxima terça-feira (17), também em Doha, no Catar. E você acompanha tudo sobre o Mundial de Clubes aqui, na VAVEL Brasil!

VAVEL Logo