Rogério Ceni exalta desempenho do Fortaleza e lamenta eliminação na Copa Sul-Americana
Foto: Divulgação/Fortaleza

O Fortaleza fez um jogo heroico, lutou até o final e contou com sua torcida que lotou as dependências da Arena Castelão, em Fortaleza/CE. Mas a equipe tricolor não conseguiu a classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Juninho e Marlon marcaram os gols cearenses, mas Bustos, aos 47 minutos do segundo tempo, garantiu o gol da classificação do Independiente/ARG. O Leão do Pici venceu por 2 a 1, mas foi eliminado pelo gol argentino marcado como visitante.

Após a partida, ainda com a sensação chata da derrota ter escapado nos últimos momentos, o técnico Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva. O comandante tricolor lamentou a eliminação pelo tanto que seus comandados desempenharam em campo.

"Um time que jogou muito melhor na Argentina. Aqui hoje foi uma aula de futebol, mas aos 47 se ganha com gol de Cassiano e aos 47 se perde em uma eliminação. Mas a vida é assim, é do futebol. Continuamos com superioridade no jogo, agora o regulamento faz parte da competição. Quando não faz gol fora de casa é mais difícil. Poderíamos ter feito terceiro gol, mas não tivemos a felicidade. Tivemos a infelicidade da bola desviar no Bruno Melo e ir para o gol", disse Ceni.

Com a primeira participação em uma competição internacional encerrada, o Fortaleza vai usar o Campeonato Cearense e a Copa do Nordeste para deixar o time mais entrosado e qualificado para o principal objetivo leonino em 2020: permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro.

"O Fortaleza tem um caminho, que é se manter na Série A do Campeonato Brasileiro, para que possa, se não tiver um investimento externo, tentar construir seu CT e ter um faturamento maior do que teve no último ano", declarou.

Não haverá muito tempo para lamúrias. O Fortaleza volta a entrar em campo na tarde deste domingo (1º), quando enfrenta o Barbalha pelo Campeonato Cearense, novamente na Arena Castelão, em Fortaleza/CE.

VAVEL Logo