Opinião: falta de sequência pode ser motivo do desinteresse de Cruzeiro
por Nilton
Foto: Cruzeiro/Divulgação

Várias são as manifestações de desejo de retorno ao Cruzeiro por parte de Nilton; nenhum é o motivo manifestado pela Raposa para com um desprezo a uma sequer conversa. Autor de 10 gols nas suas 97 aparições, foi titular absoluto no bicampeonato de Marcelo Oliveira (2013-2014).

Agora, com 32 anos, Nilton se enquadraria na busca por experientes que, inclusive, é de necessidade do novo comandante Enderson Moreira. O Cruzeiro, no entanto, já declarou que não negocia com o volante. 

Disposto até a reduzir o salário desejado como profissional para estar em Belo Horizonte, o desinteresse torna-se misterioso senão por sua lesão. Pelo CSA, Nilton atuou em apenas 12 partidas do Campeonato Brasileiro. Por lá, precisou fazer uma cirurgia que impediu maior sequência com a camisa do time alagoano. O volante tem histórico de lesão no joelho. No Vasco, não passou apenas por uma cirurgia na região; pela Raposa, também teve contusão no mesmo lugar.

"Qual é jogador que não quer jogar no Cruzeiro? Se um jogador falar que não quer, está mentindo, sendo hipócrita. A minha passagem por lá deixou uma boa impressão.", declarou em entrevista ao canal Pilhado, no Youtube. 

Seria seu histórico de lesões, quando impede essa continuidade, o real motivo? Torna-se justificável o suficiente tendo em vista a disciplina física que demonstra constantemente em suas redes sociais nesta parada? Nilton demonstra no dia a dia sua dedicação em manter a forma.

"Porque a máquina não pode parar", escreveu em post no Instagram, domingo (29), no qual mostrou o empenho e dedicação tido neste momento de quarentena. 

O fato é que Nilton agrada os torcedores, tem identificação e prestígio, e segue dando entrevistas carregadas de vontade em ajudar nesta reconstrução.

VAVEL Logo