Auxiliar de Autuori, Renê Weber parabeniza jogadores por atuação sob calor e falta de ritmo
Foto: Divulgação/ Botafogo

Abriu o apetite, torcedor do Glorioso? Em partida válida pela 4a rodada da Taça Rio, o Botafogo venceu a Cabofriense por 6 a 2 em casa, no Estádio Nilton Santos, no início desta tarde de domingo (28). Com esse resultado o Botafogo assumiu a vice-liderança do Grupo A da Taça Rio, somando agora 7 pontos, atrás apenas do Flamengo com 12.

O auxiliar Renê Weber, que esteve à beira do gramado devido ao protesto de Paulo Autuori, concedeu entrevista coletiva após o jogo. Um dos temas foi a intensidade dos seus jogadores com apenas uma semana de treinamento.

"Temos que parabenizar os jogadores porque jogar às 11h da manhã, com uma temperatura elevada, faz o desempenho cair. Mantivemos uma intensidade boa e um nível de jogo interessante. Começamos pressionando e conseguimos o resultado. A ideia foi pressionar desde o começo, fazer um jogo em que não deixássemos o adversário jogar para tentar fazer o maior número de gols. Precisávamos de saldo no confronto direto contra o Boavista. Agora depende da gente na quarta-feira", disse o técnico interino para o jogo de hoje.

Apesar da goleada, Renê também elogiou a postura da equipe da Cabofriense.

"O adversário também se comportou bem. Quando estava 3 a 2 a gente chegou a pensar, e sempre passa na cabeça de quem está ali, 'daqui a pouco os caras podem empatar'", revelou o auxiliar.

Renê também comentou sobre as alterações que fez na equipe tanto antes o apito inicial quando durante o jogo.

"Para pressionar mais alto e usar mais os lados do campo, usamos o Cícero mais atrás fazendo a função de líbero e isso funcionou bem. A intensidade do jogo baixou um pouco até pelo calor. As substituições foram para refrescar a equipe e para manter a pressão alta", afirmou.

O auxiliar ainda aproveitou para tecer elogios a duas pratas da casa: Caio Alexandre e Luís Henrique. Ambos foram autores de belos gols.

"Uma das coisas que o Botafogo tem é ser um clube formador, historicamente. Temos que usar os jogadores da base. Temos Marcelo e Kanu na zaga. Caio Alexandre é talentosíssimo. Luis Henrique nem se fala. À medida que amadurecer, vai atingir ainda mais um alto nível. Naturalmente, eles também têm um pouco mais de disposição física. Pensamos nisso também ao escalar a equipe e funcionou bem", completou Renê Weber.

O Botafogo volta a campo na quarta-feira (1°) contra a Portuguesa em confronto válido pela última rodada da Taça Rio. Porém, horário e o local da partida ainda não estão confirmados.

VAVEL Logo