#EntrevistaVAVEL: atacante Karol Lins se declara ao Grêmio: "Uma honra vestir essa camisa"
Foto: Divulgação/Grêmio

Em 2017 foi anunciado que o departamento do futebol feminino do Grêmio iria retornar. A montagem começou aos poucos, mas dois anos depois já teve resultados efetivos. Foi no ano passado que o time conseguiu o acesso para a primeira divisão do Brasileirão Feminino e vinha sendo um dos destaques da competição desta temporada.

Um dos principais nomes da equipe é a atacante Karol Lins. Na temporada passada ela marcou 10 gols em nove jogos, sendo uma das artilheiras da equipe. Karol que, aos 26 anos, tem passagem por São José, Portuguesa, Foz Cataratas e Portuguesa, antes de chegar ao tricolor.

A atleta gremista que conversou com a reportagem da VAVEL Brasil e comentou sobre seu atual momento.

VAVEL Brasil: Como foi esse inicio da tua carreira quando teve a inIciativa de ir para São Paulo jogar futebol?

Karol Lins: Foi um sentimento de satisfação, pois sabia que estava iniciando meu sonho de ser jogadora de futebol, além de saber que o começo do meu sonho podia dar certo e estava no caminho certo. 

VAVEL Brasil: Depois você foi atuar na Portuguesa e no Foz Cataratas, como foi esse período nesses clubes? Qual te sentiu mais a vontade?

Karol Lins: Foi diferente. Eu tive que me adaptar com as formas de treinamento, no decorrer do tempo fui me sentindo a vontade. 
Me senti mais a vontade na Portuguesa, por ter tido uma liberdade maior.

VAVEL Brasil: Apesar de apenas 26 anos você já é campeã da Libertadores e Copa do Brasil. Dentre esses dois títulos, qual foi o que mais te marcou?

Karol Lins: Com certeza foi a Libertadores. Ainda mais pelo fato de ser um dos campeonatos mais almejados. Foi algo muito graficamente.

VAVEL Brasil: Ano passado você foi anunciada pelo Grêmio e logo na primeira temporada marcou 10 gols em nove jogo. Foi o melhor ano da tua carreira no que se refere a desempenho? O que explica esse desempenho tão alto?

Karol Lins: Eu não acredito que tenha sido meu melhor “ano”, mas naquele momento estava na minha melhor fase. Acredito que o fator decisivo foram as minhas companheiras de equipe, que com um trabalho bem planejado, me fizeram ter um desempenho tão bom.

VAVEL Brasil: Grêmio e Inter fazem um clássico muito disputado dentro de campo e fora dele chega a parar Porto Alegre. Como foi para ti disputar esse clássico? É um dos maiores do pais?

Karol Lins: A gente sempre entrar pra um clássico na melhor expectativa possível. A semana de treinamento é diferente. É um dos maiores do Brasil.

VAVEL Brasil: Na Copa do Mundo Feminina se viu um carinho enorme da torcida brasileira pelas jogadoras. Acredita que o futebol feminino, a partir daquele momento, ganhou mais força? 

Karol Lins: Ganhou mais forçar sim. Hoje em dia o futebol feminino teve uma crescente gigantesca. Acredito que as coisas possam melhorar ainda mais para favorecer o futebol feminino.

VAVEL Brasil: Como está o treinamentos de vocês em meio a esta pandemia? Está treinando em casa?

Karol Lins: Recebemos uma planilha semanal, que é passada pra cada atleta individualmente, e existe um acompanhamento por vídeo conferência na semana, um treino online.

VAVEL Brasil: Para finalizar, como é o sentimento de vestir a camisa tricolor?

Karol Lins: É uma honra vestir a camisa do Grêmio, um sentimento de grandeza, de poder  representar uma camisa de peso como a do tricolor.

VAVEL Logo