Eduardo Barros lamenta empate com Ceará: "Merecíamos um melhor resultado"
Matheus Sebenello/NeoPhoto

Em entrevista após o apito final da partida, o técnico do Athletico Paranaense, Eduardo Barros avaliou o comportamento da equipe Rubro-Negro em campo. Entretanto, para ele no primeiro tempo o desempenho foi positivo e ainda por cima, afirmou que o Furacão merecia um resultado melhor.

"Acredito que, pelo primeiro tempo, sim (resultado justo), mas, pelo nosso volume de jogo no segundo tempo, merecíamos um melhor resultado. Nosso primeiro tempo não foi como os últimos primeiros tempos aqui na Arena. Tivemos uma marcação menos agressiva e oferecemos muito mais jogo ao Ceará do que gostaríamos. Então, o jogo se igualou em vários momentos."

Com relação ao segundo tempo, Eduardo explicou que o objetivo das substituições foi tornar o Furacão mais ofensiva e como resultado o time conseguiu se aproximar mais da área adversária.

"No segundo tempo, a equipe volta bem, com controle quase absoluto do jogo e quase sem oferecer contra-ataque. Basta ver a diferença que tivemos na posse de bola do primeiro para o segundo tempo. Com 15 minutos, a gente começa a mexer na equipe para deixá-la mais ofensiva. Claro que essas mudanças afetam o entrosamento, mas mantivemos o volume e frequentemos a área do Ceará."

Entretanto, com o empate sem gols, o Athletico chega a triste marca de ser a equipe com o pior ataque do Brasileirão registrando apenas 10 gols até o momento.

"Talvez seja o principal problema. Estamos atentos a este dado. Estamos trabalhando bastante no nosso dia a dia. Estamos procurando N alternativas. Contamos com o Kayzer há pouquíssimo tempo. O Nikão está fora de combate. E também não podemos contar com o Vitor (Vitinho), que tinha números ofensivos muito expressivos. Então, claro que isso influencia e tem repercutido no nosso baixo número de gols."

O próximo compromisso do Athletico Paranaense contra o Internacional, neste domingo (11) às 20h30 (horário de Brasília), no Beira-Rio

VAVEL Logo