Sampaio Corrêa joga bem, vence e afunda Cruzeiro no Z-4
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Em grande noite, o Sampaio Corrêa venceu o Cruzeiro por 2 a 1 no Estádio Mineirão pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite dessa quinta-feira (8).

A Bolívia Querida praticamente dominou os dois tempos contra a Raposa. O resultado só não foi maior por conta de alguns vacilos cometidos no sistema ofensivo. O time de Ney Franco, por sua vez, não conseguia criar oportunidades com a bola no chão e os jogadores não pareciam motivados.

O primeiro gol do Sampaio saiu sem muitas dificuldades. O atacante Roney recebeu uma enfiada pelo canto e finalizou. A bola passou por debaixo nas pernas do goleiro Fábio, que completava 900 jogos com a camisa do Cruzeiro nesta quinta-feira.

Como já citado, o time celeste não conseguia criar por baixo. O único que buscava jogo era o atacante Airton, porém ninguém aparecia para jogar com ele. O gol de empate dos donos da casa saiu após cobrança de falta e cabeçada do zagueiro Manoel, encobrindo o goleiro do time maranhense.

Pelo lado do Sampaio Corrêa, o atacante Pimentinha se destacou e fez o que quis com a defesa do Cruzeiro. Embora o placar empatado, o time de Léo Condé não desanimou e permaneceu melhor na partida, criando mais chances de perigo.

Tanto que chegou ao gol da virada em uma boa jogada ofensiva. Pimentinha partiu pela ponta e tocou na entrada da área para Caio Dantas. O atacante teve tranquilidade e paciência para mandar no canto do gol.

Perdido na leitura do jogo, as mudanças do técnico Ney Franco não surtiram efeito. Já o sistema defensivo do Sampaio teve grande atuação.

Tabela e próximos compromissos

Com a vitória, a Bolívia Querida saiu do Z4 e está na 15ª colocação, com 14 pontos. Já o Cruzeiro, em crise, está na 18ª posição, com os mesmos 11 pontos.

Ambas equipes voltam a campo pela Série B no domingo (11). O Sampaio recebe o Botafogo-SP, às 18h (de Brasília). Já a Raposa joga mais cedo, às 16h, contra o lanterna Oeste, na Arena Barueri.

VAVEL Logo