Fábio defende pênalti, e Cruzeiro empata diante do Juventude no Mineirão
Cruzeiro e Juventude, pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

O Cruzeiro completou o quarto jogo seguido sem vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro, ao empatar sem gols com Juventude na noite dessa sexta-feira (16), pela 16ª rodada.

Fábio decisivo

Embora as redes não terem balançado, as duas equipes apresentaram um bom futebol. Logo aos seis minutos, os visitantes tiveram um pênalti marcado a favor, mas desperdiçaram com Renato Cajá. Fábio caiu no canto certo e salvou o time cinco estrelas. E essa foi a única grande emoção da primeira etapa.

Em todo o jogo, o Juventude foi bastante defensivo, marcando atrás e esperando um erro da Raposa para poder tentar marcar o gol. O time comandado por Pintado até chegava em alguns lances, mas não assustava o goleiro Fábio.

Já o Cruzeiro foi muito mal nas finalizações no primeiro tempo. Em todos os chutes, nenhuma obrigou o arqueiro do Juventude a sujar a roupa.

Segundo tempo de emoções

Já no segundo tempo, o sistema ofensivo da equipe celeste foi mais eficiente. O setor conseguia criar, mas por muito pouco a bola não entrava. Destaque, também, para o goleiro Marcelo Carné, que fez ao menos quatro grandes intervenções.

O Cruzeiro finalizou, pelo o menos, seis vezes em lances de muito perigo para o gol do Juventude. As melhores oportunidades foram com Régis, Marcelo Moreno, Airton e Claudinho. Todos fizeram uma grande partida na etapa final.

Os visitantes, por sua vez, não alteraram a proposta de jogo. O time chegou algumas vezes, mas faltou pontaria para incomodar o goleiro Fábio.

Classificação e próximos jogos

O resultado mantém o Cruzeiro na 19ª posição, com 13 pontos. Já o Juventude também permanece estagnado na 5ª colocação, agora com 24 pontos.

Os dois times retornam a campo na terça-feira (20). Na reestreia de Felipão, a Raposa joga às 21h30 (de Brasília), contra o Operário-PR, no Estádio Germano Kruger. O Periquito, por sua vez, joga mais cedo, às 19h15, contra o Avaí, no Alfredo Jaconi.

VAVEL Logo