Maurício Barbieri analisa empate contra o Flamengo e elogia atuação de Cleiton: "Essencial"
Foto: Divulgação / Ari Ferreira / Bragantino

Na noite deste domingo (08), tivemos um único jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2020. O Bragantino recebeu o Flamengo no Nabi Abi Chedid e conseguiu frustrar os planos dos cariocas de se tornarem líderes da competição. O jogo terminou empatado em 1 a 1, com gols de Gabigol e Ytalo.

Na entrevista após o jogo, o técnico Marcelo Barbieri afirmou que o jogo foi muito difícil e que a equipe teve que agir diferente. "A gente precisou usar um pouco mais de bolas longas, explorar os espaços nas costas deles. Conseguiu fazer isso em bons momentos com o Arthur no primeiro tempo, depois teve um pouco mais de dificuldade. Mas a gente tentou dificultar bastante a construção deles", comentou Barbieri. 

Ao falar da ótima atuação de Cleiton, que defendeu seis dos sete chutes no gol, Barbieri arrancou elogios ao goleiro. "Ele foi essencial para fazer defesas importantes e pra nos ajudar a conquistar esse ponto que foi muito suado, muito sofrido, mas é um ponto muito importante", comentou.

Sobre o segundo tempo, o técnico analisou que os espaços dados para as duas equipes foram resultado do cansaço dos jogadores. "A intensidade do jogo foi muito alta, até me surpreendeu um pouco essa postura da equipe do Flamengo. Nos últimos jogos eu não tinha visto eles com tanta intensidade. Acho que isso demonstra o respeito e o cuidado que eles tiveram com a equipe do Bragantino."

Sobre o jogo direto, principalmente no segundo tempo, o técnico entende que isso tenha sido resultado da marcação agressiva que as duas equipes estavam fazendo. "Estava difícil realmente colocar a bola no chão e trabalhar um pouco mais tanto da nossa parte quanto da parte dele", admitiu Barbieri.

VAVEL Logo