"Árbitro me pediu desculpa", diz técnico do Fluminense após gol anulado em derrota
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

A trajetória do Fluminense no Campeonato Carioca 2021 começou com revés por 2 a 1 para o Resende, mas o placar poderia ser sido diferente caso a arbitragem não anulasse um gol de Caio. O tricolor ainda acertou a trave em chute de André.

"O árbitro chegou pra mim e pediu desculpa porque ele realmente errou no gol. O bandeirinha deu o gol, o Grazianni que estava em um posicionamento horrível que anulou, mas acontece. Acabou prejudicando porque amargamos uma derrota que não merecíamos", reclamou Aílton Ferraz, técnico do sub-23 que comandou o Fluminense na estreia do estadual.

Quando o placar estava zerado, aos 16 minutos do primeiro tempo, Caio desviou um cruzamento de Miguel e balançou a rede. O auxiliar correu para o meio de campo, mas o árbitro Grazianni Maciel Rocha assinalou impedimento e anulou o gol. 

"Foi uma sensação de alegria, emoção. Todo mundo falou que eu estava em condição legal, a zaga deles estava lá dentro do gol, não tinha possibilidade de estar impedido", lamentou Caio na saída para o intervalo.

Três gols em 20 minutos

O resultado foi definido apenas na reta final do jogo. O Fluminense abriu o placar aos 33 minutos do segundo tempo, com Alexandre Jesus, mas Kaique aos 38 e Jefferson Ruan aos 53 viraram para o Resende.

"Mesmo com a derrota saio satisfeito, podemos tirar várias lições de que é estar atento o tempo todo, que às vezes a sorte muda de lado...Estou muito orgulhoso dos meninos porque mostraram personalidade, coragem, fizeram um jogo de imposição, criamos várias situações. Tivemos consistência até os 20, 25 minutos do segundo tempo. Não é uma derrota que vai apagar o que eles fizeram, vamos continuar lapidando esses meninos, são garotos de ouro. Vamos levantar a cabeça, esse é o papel do treinador", acrescentou Aílton.

Contratado em fevereiro, Roger Machado assume o time nos próximos dias ."Para este jogo relacionamos 20 atletas da base. Bati um papo com o Roger antes do jogo porque o sub-23 segue a linha do profissional e ele disse que joga de acordo com o adversário e faz variações no sistema", completou Aílton.

Ganso e Marcos Paulo

Dois jogadores em estágios diferentes da carreira que perderam posição no Fluminense sequer foram relacionados, mas Aílton desconversou ao falar sobre o jovem da base tricolor.

"O Ganso está treinando bem, disposto e com vontade de entrar nesse processo dos jogos, ainda vai nos ajudar muito com a qualidade e experiência que ele tem. Sobre o Marcos Paulo prefiro não comentar nada", finalizou.

Sem jogar desde 24 de janeiro, Marcos Paulo assinou pré-contrato com o Atlético de Madrid, mas só pode ir para Europa em julho e a diretoria negocia para que ele seja utilizado até se apresentar ao novo clube.

VAVEL Logo