Abel Ferreira projeta ambições do Palmeiras mesmo após conquista da Copa do Brasil
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A história do técnico Abel Ferreira se transformou desde que chegou ao Palmeiras. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio neste domingo (7), que deu a ele o título da Copa do Brasil 2020, o português relembrou um pouco do momento em que decidiu deixar o Velho Continente para trabalhar no futebol brasileiro.

O técnico chegou ao Palmeiras em outubro de 2020 e, em menos de seis meses, já conquistou os títulos da Conmebol Libertadores e da Copa do Brasil. Um feito e tanto para um treinador que ainda não tinha levantado taças na carreira.

"Há aqui um trabalho feito com o treinador que iniciou a temporada (Vanderlei Luxemburgo). Deixou a equipe em todas as competições, ganhou um título. Nós tivemos essa ambição. Eu não prometo títulos, mas qualidade do trabalho, valorização do futebol, dos jogadores, acho que isso aconteceu. No fim, fomos premiados com títulos por tudo isso. Não é só um, é o trabalho de muita gente que está por trás, até mesmo a coragem do Presidente (Maurício Galiotte) de apostar em um treinador sem títulos. Não atravessei o Atlântico para vir aqui sozinho se não fosse por essa ambição", disse Abel Ferreira à CBF TV.

Depois de vencer por 1 a 0 em Porto Alegre, Abel Ferreira sabia que o Grêmio tentaria buscar o gol desde o primeiro minuto. O Tricolor começou o jogo pressionando o Palmeiras, mas acabou surpreendido em dois rápidos contragolpes, em uma situação prevista pelo treinador antes do jogo.

"Nos 90 minutos, nas duas partidas, acho que nós fomos claramente melhores, enquanto equipe, unidade. Sabíamos que eles iriam arriscar e dar espaços, se fôssemos cautelosos poderíamos fazer os gols. Fizemos um, dois, poderíamos ter feito mais. O Grêmio é uma equipe muito boa, tem um grande treinador. Sabíamos que seria uma eliminatória difícil, é uma equipe copeira, com jogadores experientes", ressaltou Abel.

VAVEL Logo